Por Tadeu em abr - 17 - 2018

DE VOLTA MAIS UMA VEZ

Depois de sete meses sem qualquer postagem, como de vezes anteriores retornamos ao batente e assim fazemos por julgar que mesmo havendo outros meios de comunicação na cidade, a verdade é que os belemitas não são informados sobre o que acontece tanto nos meandros da política local, como do cotidiano do nosso dia-a-dia, e isto é muito ruim, pois um povo desinformado é um povo sem conhecimento, e sem conhecimento é um povo sem horizonte, sem um futuro promissor.

As razões que levam a isso são as tarefas que ocupo durante a semana, inclusive nos domingos e por isso nos faltam tempo suficiente para colher, checar e noticiar os fatos que acontecem, coisa aliás que cobra muita responsabilidade e seriedade.

Tentamos encontrar alguém que possa colaborar nesta tarefa, inclusive sendo remunerado, mas parece que a falta de aptidão e as vezes de coragem, impede encontrar alguém que possa participar deste projeto cujo objetivo é o de buscar se profissionalizar, captando mais notícias e postando estas em menos espaços de tempo.

Embora com sacrifícios, sem auferir qualquer vantagem econômica sobre isto e sem aceitar a interferência de quem quer que seja, vamos seguir noticiando os fatos como podemos noticiar, mas tudo de forma responsável e com o fim maior de buscar conscientizar mentes através do oferecimento aos cidadãos de informações isentas sobre o que acontece no Brasil, em Pernambuco, na região e principalmente em Belém do São Francisco. Esta é a razão que nos move e dela não abro mão. Um abraço e doravante uma boa leitura.  

Já se encontra navegando sobre as águas do lago de Itaparica, em Belém do São Francisco – PE, o catamarã Som das Água, de propriedade do Balneário Som das Águas de Belém do São Francisco, que pertence ao advogado Tadeu Sá.

A embarcação encontra-se em fase de testes e por isso os últimos ajustes estão sendo realizados com o fim de oportunizar em breve aos moradores da região e visitantes, um passeio com conforto, onde o cidadão certamente viverá o espetacular encontro do sol, do céu e do mar imenso de Itaparica. A previsão é de que o mesmo seja inaugurado no próximo mês.

O Catamarã possui dois cascos construídos em chapa de ferro que são entrelaçados entre si e em cada um deles cinco porões, cada casco tem 13 metros de cumprimento por 1.20 metros de altura e largura, mas sua altura total chega a 5.20 metros.

O mesmo é dotado de dois vãos, uma na parte inferior e o camarote na parte superior. Afora isto, possui dois banheiros, um masculino e outro feminino, restaurante, bar, piscina, bica, escadas para pesca esportiva, dois pequenos apartamentos, redário, mesas com sobrinhas, coletes salvas vidas, deck de acesso ao interior da embarcação, som ambiente, central de geração de energia e em funcionamento pode levar até 50 pessoas.

O catamarã Som das Águas pretende explorar o trecho entre o Balneário Som das Águas em Belém do São Francisco, Barra do Tarrachil – BA e a Praia de Surubabel, em Rodelas – BA, neste trecho há o serrote Pedra, na divisa entre Belém e Itacuruba com cerca de 80 metros de altura, local onde futuramente será construído um mirante que possibilitará avistar de cima a grandeza do lago, bem como algumas cidades, distritos e os perímetros irrigados de Manga de Baixo e Araticum.

Além do deleite do passeio sobre as águas de Itaparica, verdadeiro mar de água doce localizado em pleno sertão nordestino, o segundo maior do nordeste e um dos maiores do País, será oportunizado também a possibilidade de poder ver as ruínas da antiga Fazenda Canabrava, esta submersa pelas águas do lago, mas que ainda assim representa o marco de origem de cidades como Belém do São Francisco, Salgueiro, Terra Nova e Chorrochó – BA. Sem dúvida, também será uma volta inesquecível ao passado.

No mesmo trajeto o turista ainda terá a oportunidade de avistar Pernambuco de um lado e o estado da Bahia do outro, ambos separados apenas pelas águas do imenso lago, local onde muito se se fala na instalação pelo Governo Federal de duas usinas nucleares, e bem ao fundo, do lado baiano, a imensa reserva ecológica do Raso da Catarina, local com uma extensão de 6.400 km, recoberta de vegetação do tipo caatinga e clima típico de área desértica, durante o dia a temperatura chega a 40•C, enquanto à noite chega até 10•C. A área de reserva biológica de caatinga é considerada única no mundo.

Ainda na viagem, você poderá observar ilhas submersas com ruínas dos locais antes habitados, o maior projeto de coco irrigado do Nordeste, o criatório de peixes em gaiolas, as instalações das empresas de alimentos Braspeixe e Pescanova que produzem Tilápias e realizam o beneficiamento do pescado, e praias completamente exuberantes, como as praias do Araticum e Surubabel em Rodelas – BA e praia do Coité em Itacuruba, mais no meio destas, as ruínas da antiga cidade de Rodelas, terra do famoso ator global Wagner Moura, cidade onde encontra-se encravadas as aldeia dos Índios Tuxá e Aticum.

Enfim, você avistará tudo, até uma quantidade d’água pouco visto, onde poderá mergulhar com segurança, bem como a  foz do Rio Pajeú que junto com ás águas do Riacho do Navio desembocam no lago e de lá correm para o mar.

(Foto: Ivaldo Reges)

No início do mês o Blog do Carlos Brito, da cidade de Petrolina, noticiou que o senador e pretendente ao cargo de governador do Estado, Fernando Bezerra Coelho, definiu seu candidato a deputado estadual. Segundo o conceituado blogueiro, o senador aposta numa indicação caseira e por isso resolveu lançar seu terceiro filho, Antonio Coelho, para a disputa. Antônio possui apenas 22 anos e trabalha numa Empresa de diagnóstico médico localizado na capital paulista.

VORAZ APETITE:

Com o anúncio, Fernando Bezerra Coelho mostra mais uma vez que não confia em ninguém, se não nos seus, como também o apego exagerado para indicar apenas os filhos como candidatos aos cargos eletivos, tanto que além do cargo de senador que exerce, Fernando possui um filho, Fernando Bezerra Filho como deputado Federal e ex-ministro da Petrobrás e Miguel Coelho, ex-deputado Estadual, mas agora prefeito de Petrolina. Este último se elegeu no pleito passado para deputado estadual mas não passou dois anos na Assembléia Legislativa, preferiu abandonar o cargo e partir para a disputa de prefeito da sua cidade, onde terminou sendo eleito. Afora isto, como já dito anteriormente, Fernando mesmo estando no meio de um mandato de senador ainda pretende concorrer ao governo de Pernambuco.

Para a foto ficar mais ainda no gosto de Fernando Bezerra, só falta eleger o filho caçula Antonio para deputado estadual. Quem sabe se depois não virá a esposa para ocupar umas vices dos postulantes ao palácio do governo.

SEGUNDA OPÇÃO:

Ainda segundo Carlos Brito, Antônio não deve ser o único candidato do grupo Bezerra Coelho em Petrolina. A vereadora Maria Helena também tenta pavimentar seu caminho como candidata, e segundo o Blog, deverá ser o segundo nome do grupo Coelho, pois Fernando historicamente sempre lança dois nomes para deputado estadual. Ninguém sabe no entanto, como ficará os primos de Fernando, José Coelho, filho do empresário José Coelho, que também sonha com o cargo, a ponto inclusive de já ter diversos carros plotados com seu nome e o ex-deputado federal Guilherme Coelho, também ex-prefeito de Petrolina.

QUEM CONHECE SABE:

Quem conhece a história política de Petrolina sabe muito bem que Coelho só apoia Coelho, e fora da família, isto aconteceu pela última vez em época remota, quando o empresário Diniz de Sá Cavalcante foi apoiado para prefeito e posteriormente deputado estadual, mas este apoio aconteceu em face de Diniz ter uma votação segura nas áreas periféricas de Petrolina e na ocasião os filhos do senador sequer eram nascidos e se era, ainda andavam de colo em colo.

INSATISFAÇÃO:

A disposição do senador em lançar seu filho desagradou muita gente, a ponto inclusive de outros postulantes, como o tarrachiense Orlando Tolentino, irmão do prefeito Umberto Gomes de Chorrochó, desistir pela segunda vez de sua candidatura. O vereador Rui Vanderley, o ex-secretário Coronel Heitor Leite e o vereador Dr. Pérsio, também postulavam candidatar-se mas esbarraram no pesadelo de não serem os ungidos do grupo coelho.

Orlando Tolentino, vereador Rui Vanderley, o ex-secretário Coronel Heitor Leite e o vereador Pérsio, sabedores dos desejos familiares de Fernando Bezerra, logo desistiram da disputa.

RACHA EM BELÉM:

A insatisfação com o lançamento e com outros acontecimentos também chegou em Belém, diversos eleitores, cabos eleitorais e vereadores de Gustavo Caribé não ficaram satisfeitos com a notícia. Muitos acalentavam o sonho, diante do apoio ostensivo que Gustavo e seu pai Manoel Caribé sempre vem prestando a anos a família Coelho, que Fernando pudesse ajudá-lo na sua candidatura, mas como visto não é o que acontece, pois até se comenta na cidade que o ex-prefeito Jetro Gomes, de Santa Maria da Boa Vista, estaria inclinado a apoiar a candidatura de Gustavo, mas foi persuadido a mudar de ideia e agora apoia o filho de Fernando.

Jetro Gomes seria um bom apoio para Gustavo e aumentaria muito suas chances de vitória, mas segundo comentários uma conversa com Fernando levou o político a apoiar Antonio Coelho.

PREGO BATIDO PONTA VIRADA:

Vereadores Vandinho, Aída Nogueira, Presidente Joase Campos e o ex-vereador Batista Cícero, todos caribezistas, apoiam Fernando Monteiro para Deputado Federal.

No caso de Belém, a insatisfação com Fernando chega a tanto que numa reunião realizada a poucos dias na residência do empresário Gilmar Freire, muitos caribezistas, inclusive os vereadores Antonio de Eurípedes, Joase Campos, Vandinho Marcula e Aída Nogueira, o ex-prefeito Hugo Carvalho, os ex-vereadores Bastista Cícero, José Neto, Moacir Pezão, o sindicalista Zé Rosa e outros tomaram café com o ex-deputado federal Fernando Monteiro, do PTB, e lá ficou decidido que o grupo apoiará Monteiro para deputado federal, e se é assim, significa dizer que o grupo não apoia o deputado Federal Fernando Filho na sua reeleição.

Reunião na casa de Gilmar contou muitas lideranças, políticos e a conversa por lá nem de perto se falou em Coelho.

Afora a falta de apoio por parte de Fernando a Gustavo Caribé, o senador de última hora sugeriu a vereadora Maria Helena, de Petrolina, que se filiasse no PRTB, partido pelo qual Gustavo concorre ao cargo, ou seja. Fernando ao invés de unir a família dos dois pré-candidatos em favor de Caribé, já que Helena é prima deste, ou de afastar a candidatura do filho e apoiar os dois, coloca um contra o outro, põe mais lenha na fogueira e o que já era difícil para Gustavo, mas não impossível, vai criando mais dificuldades ante a candidatura de peso que a vereadora Maria Helena representa, pois mesmo parentes, a família se divide e Maria Helena vai garimpar votos no mesmo terreiro que Gustavo também vai garimpar. Neste caso o espaço vai ser pequeno para um dos dois.

SEMELHANÇA E ENSINAMENTO:

O desejo implacável e a ânsia desenfreada de Fernando por cargo eletivos para os filhos é tão grande que muito se assemelha a política de Belém, já que aqui apenas os membros das famílias Lustosa ou Caribé conseguem eleger prefeitos, tanto que já se sabe quem serão os próximos e o resultado disto tudo estar aí, mas o caso de Fernando vai muito mais longe ainda, pois até seus adversários mais ferrenhos aprenderam a lição, como é o caso do ex-prefeito Júlio Lóssio,  que além de ser pré-candidato ao governo de Pernambuco pelo Rede Sustentabilidade, ainda lança sua esposa, Andréa Lóssio, como candidata a deputada estadual.

Tenho impressão as vezes que vivemos numa selva cujo reinado no mundo dos animais pertence aos Coelhos, mas mesmo pensando assim, ouso discordar, quem quiser votar que vote, mas que vote lembrando da inércia deste povo com relação ao nosso município, município que sempre fica esquecido, embora Fernando tenha sido secretário de Estado, ministro da Integração Nacional e seu filho ministro da Petrobrás, mas que somente Petrolina cresce, somente Petrolina é beneficiada com suas ações, e cresce justamente por conta dos votos daqueles que ainda insistem com esta política patriarcal desmedida e ambiciosa do ponto vista da pessoalidade.

A foto acima é de uma das reuniões do PRTB com seus pré-candidatos a deputados na qual Gustavo participou. Na foto ele é o quinto da direita para a esquerda e encontra-se vestido com camisa preta. Marco Aurélio, casado com um belemita, é o sexto da esquerda para a direita e também se encontra vestido com camisa preta.

Ao iniciar sua trajetória política com vistas a ser candidato a prefeito do município de Belém do São Francisco, no ano de 2008, Gustavo Caribé logo aliou-se ao ex-governador Eduardo Campos, e por isso se filiou ao Partido Socialista Brasileiro – PSB. Por esta mesma legenda, Gustavo reelegeu-se prefeito e no partido permaneceu até o último dia do seu segundo mandato.

Com o fim da sua governança, Gustavo passou a receber conselhos dos amigos e correligionários para se candidatar a deputado estadual. Na mesma ocasião o senador Bezerra Coelho passou explicitamente a demonstrar seu desejo de ser candidato ao governo de Pernambuco, mas sabedor que sua candidatura esbarrava no candidato natural do PSB, o atual governador Paulo Câmara, Fernando resolveu sem razão romper, se desfiliou do partido, e passou doravante a travar uma luta sem fim com o ex-governador e atual deputado federal Jarbas Vasconcelos, juntamente com o atual e vice-governador Raul Henry, pelo controle do MDB no Estado, partido pelo qual o senador pretende concorrer ao cargo de governador.

TIRO PELA CULATRA:

Acontece que o que menos Fernando esperava aconteceu, a briga entre ele e os atuais dirigentes do MDB pelo partido ainda não findou e ele saiu distribuído seus pré-candidatos a deputados em quase tudo que é partido, e sobre os últimos episódios desta briga, o que se sabe é que Jarbas e Raul Henry vem mantendo o comando do partido, o que leva a candidatura de Fernando a incerteza, pois que até seu filho, o deputado federal e ex-ministro Fernando Filho, que há dezoito dias atrás havia filiado-se ao MDB, resolveu sair para entrar no PFL. Gustavo ao contrário, sem querer muita polêmica, logo filou-se ao PRTB, e na ocasião que fez isso acertou em cheio, mas depois o próprio Fernando atropela Gustavo indicando o filho Antônio e a aliada Maria Helena, para brigar com o próprio Gustavo por uma vaga de Deputado Estadual.

PROJEÇÕES:

Segundo o PRTB em Pernambuco, numa análise otimista a respeito da futura eleição proporcional, o partido espera eleger 4 deputados estaduais e 2 federais. A realidade no entanto é um pouco menor que o sonho do partido. Apesar das incertezas, é possível fazer um prognóstico da quantidade de votos necessário para se eleger um deputado estadual e estas especulações são de que o chapão que provavelmente será composto por PSB, PR, PSD e PDT e outros, serão necessários pelo menos 50 mil votos para disputar uma das 16 ou 17 vagas destinadas a esta coligação que também apoiará Paulo Câmara para a reeleição de governador.

Já no chapão da oposição composto por PTB, PSDB e DEM, devem ser destinadas de doze a treze vagas, as contas giram em torno de 40 mil votos para garantir a vitória. A chapinha liderada pelo PP deverá eleger entre 10 a 12 deputados estaduais, e para garantir um mandato serão necessários 32 mil votos, podendo se eleger com um pouco menos.

As demais chapinhas encabeçadas por partidos como o PSOL, PRP, PSL, PPS, Patriota, Solidariedade e PHS, devem eleger de um a dois deputados. A coligação do PSC deve ficar com três ou quatro cadeiras e o PRTB\PV, de Gustavo Caribé, deve eleger de dois a três deputados estaduais, de modo que as primeiras chapas devem eleger um deputado estadual com 30 a 35 mil votos. O PSC deverá eleger o quarto deputado com uma votação na casa de 20 a 25 mil votos, o mesmo acontecendo com a do PRTB\PV, que poderá, acaso consiga de eleger três deputados, com o último com esta mesma quantidade de votos, ou seja, de 20 a 25 mil votos, situação que Gustavo Caribé calculou bem e aposta todas suas fichas.

QUEM É QUEM:

Acontece que dentre os candidatos da coligação PRTB\PV de Gustavo Caribé, o candidato mais forte é o vereador recifense Marco Aurélio. Apenas os votos que deve obter na região metropolitana serão suficientes para elegê-lo. Na última eleição ele reelegeu-se vereador do Recife com 7.664 votos. Marcos Aurélio foi fundador da Força Sindical de Pernambuco em 1999, criou vários projetos a serviço da comunidade como o Serviço do Centro de Solidariedade ao Trabalhador, e o primeiro restaurante popular (bandejão do trabalhador) com almoço no valor simbólico de R$ 1,00 (um real), bem como, a primeira Farmácia com remédios genéricos que concede descontos na ordem de 50%. O vereador tem como causa principal a luta contra o que chama da indústria das multas no trânsito da capital. Marco tem bom trânsito em Belém onde é casado com uma cidadã belemita, com quem tem um filha de 14 anos de idade e dentre tantos apoios que recebe, um deles trata-se do ex-prefeito Eudes Caldas, de Cabrobó, de modo que terá uma boa votação naquela cidade.

Marco Aurélio, vereador e pré-candidato a deputado estadual. As projeções indicam que sairá eleito apenas com os votos da região metropolitana do Recife.

Afora Gustavo e Marco Aurélio, o partido ainda tem como candidata a vereadora Maria Helena Alencar, que no pleito passado elegeu-se vereadora de Petrolina com 3.640 votos. Segundo se comenta, Helena sairá bastante forte da sua cidade pois lá desenvolve um trabalho bastante abrangente e tem uma da família forte politicamente na região. Os comentários são de que ela deve sair de Petrolina com algo em torno de 14 mil votos, ou seja, mais metade do que provavelmente necessitará para conseguir uma das vagas. A vereadora no entanto aposta em 18 mil votos.

Vereadora Maria Helena, prima de Gustavo vai concorrer como ele ao cargo de deputada estadual. Uma briga caseira que vai dividir a família e os votos da região. Enquanto isso a certeza é de que o filho de Fernando vai receber votos com sobra.

Outros também aparecem com boas possibilidades de vitória, como é o caso de Irmã Iolanda, vereadora de Paulista – PE. No pleito passado Iolanda foi eleita vereadora daquela cidade com 4.550 votos, bem como o delegado de polícia Doutor Adelmo, que além do apoio que recebe da categoria tem uma boa base eleitoral na cidade de Ipojuca – PE. Já pelo PV – Partido Verde, um dos nomes que aparece com maiores possibilidades é o do vereador Rodrigo. Rodrigo é muito forte na região da mata norte do Estado. O PV ainda tem uma quantidade boa de candidatos.

Vereadora Irmã Iolanda, de Paulista – PE, é outra candidata forte. Na última eleição obteve em Paulista 4.550 votos.

Neste cenário as chances de Gustavo se eleger são medianas e o fato de ser filho da terra, cumulado com a rejeição que o governo Licínio enfrenta, e o fato do povo facilmente esquecer das coisas, fará com que obtenha algo em torno de seis mil votos em Belém do São Francisco, restando com isso uma pendência que pode variar de 14 a 19 mil votos, votos que deve ser buscado no estado afora.

Acontece que para Gustavo seria melhor se Fernando não tivesse lançado o filho, ou se tivesse filiado a prima Maria Helena em outro partido e não no PRTB, pois ela sai forte e certamente deve abocanhar uma das vagas e dificultar a chegada de Caribé. Além disto, haverá um racha grande do eleitorado do sertão do São Francisco, o que não é bom para Gustavo, nem para Maria Helena, e isto sem se falar que outros partidos também apresentaram candidatos pelo sertão. Para se ter uma ideia, só em Floresta são dois, em Salgueiro dois, em Araripina outra leva grande, em Serra Talhada a mesma coisa e por ai se vai, mas como disse, isto tudo são especulações e apenas o resultado das urnas é que vai decidir que serão os eleitos.

O fato de ser filho da terra, a insatisfação popular com o governo Licínio e o esquecimento fácil do povo, pode levar Caribé a ter seis mil votos em Belém. Para garantir um mandato a perspectiva é de precise deve buscar outros 19 mil votos lá fora.

 

No dia 04/04, um cidadão belemita denunciou na rede social que uma senhora desta cidade de Belém do São Francisco, que apresentava quadro clínico de hemorragia, teria procurado o hospital José Alventino Lima com o fim de ser atendida, mas isto não aconteceu pelo fato do médico plantonista se encontrava descansado. O fato teria acontecido no período da noite, por volta das 20 horas horas daquele dia.

A notícia sem dúvida é destas que impacta qualquer um, pois imagine um cidadão com quadro de hemorragia chegar em um hospital e não ser atendido por que o médico se encontrava repousando, ou seja, dormindo.

COMENTÁRIOS:

Como sempre acontece, logo em seguida a postagem diversos comentários inundaram as redes sociais e muito deles apontavam o prefeito do município, Licínio Lustosa como responsável, um destes pontuou o seguinte: “Cadê os médicos que tanto o prefeito falou que no hospital tinha”, Outros no entanto, em número bem menor, defendia o prefeito, tendo um destes postado: “Não estou aqui pra defender e nem criticar ninguém, mais sempre aconteceu isso, independe do gestor e outra, os médicos que estão atendendo no hospital são os mesmos da gestão anterior, conta-se poucos que não são”.

Outro internauta disse: “Isso ocorre com frequência, pois ainda não foi explicado que plantão não existe para dormir, pois o ganho daquele plantonista, tanto faz ter um paciente ou nenhum, de qualquer maneira ele ganha se tiver ou não paciente, mas reforçando, as assistentes ficam dando suporte sem querer incomodar o sonolento plantonista”. Um outro comentou dizendo que a foto postada, onde se ver as pernas de uma cidadã com sangue espalhado sobre sobre o piso não correspondia ao piso do hospital, sugerindo com isso que a aludida foto era referente a outro local, ou era da internet.

Esta foi a foto postada no aludido comentário e como se ver, o piso não é o do hospital José Alventino Lima.

NEGATIVA:

Acontece que a direção do hospital, na pessoa de Glauby Cavalcanti G. F. de Alencar, nega o episódio e assegura que a cidadã deu entrada na unidade se queixando de uma metrorragia que já vinha acontecendo há 16 dias, que foi feito todo procedimento inicial, a exemplo do preenchimento da ficha e comunicação ao profissional médico, mas após aguardar por alguns minutos a paciente se alterou emocionalmente, passando a agir com agressividade com os profissionais da instituição.

Segundo a mesma nota, após tentarem justificar o que entendeu a paciente como demora no atendimento, esta passou a gritar no interior do hospital, chegando inclusive a rasgar o prontuário de atendimento e em seguida se retirou do local aos gritos, e por isto não foi atendida.

A direção do hospital ainda destaca que os funcionários do hospital não pode serem afrontados ou recebidos aos gritos como acontece as vezes por parte de alguns pacientes ou parentes destes e que se isto voltar a acontecer não hesitará em adotar as medidas legais que lei autoriza, tanto no caso de desacato a funcionário público no exercício da função ou em razão dela, bem como com relação as ameaças, atitudes que pode importar em pena de prisão e multa”.

Vandinho quer esclarecer assuntos referentes a educação municipal, mas vereadores da situação dizem não, e o povo fica sem saber sobre questões importantes.

Dias atrás o vereador Vandinho Marcula apresentou requerimento junto a Câmara de Vereadores do município com o fim de que a Professora e Secretária de Educação, Jocilene Fonseca de Menezes fosse convocada para participar de reunião ordinária que aconteceria na referida Câmara. O interesse do vereador era tratar de assuntos referentes a concessão de bolsas faculdade, concurso público para professores e o andamento do ano letivo.

No requerimento o vereador alega que o tempo decorrido para a realização do processo seletivo de concessão da bolsa faculdade, referentes aos vestibulares 2016.2, 2017.1 e 2 e 2018.1, indiscutivelmente prejudica os alunos reconhecidamente carentes que serão contemplados com as bolsas, razão pela qual por dever de ofício formalizava o requerimento.

No mesmo requerimento o vereador Vandinho afirma que o Prefeito age com silêncio com relação aos temas, de forma que seria necessário ouvir a Secretaria Municipal de Educação a respeito do assunto, mas isto infelizmente não vai acontecer por conta da decisão dos vereadores da situação.

A bolsa ora questionada, para a grande maioria dos que sonham concluir um Curso Superior da sua preferência é de uma relevância infinita, entretanto, o tempo está passando e o Governo Municipal permanece indiferente, cabendo a esta Casa Legislativa, como legítima representante dos interesses da sociedade belemita, sair em defesa dos que confiantes que seriam contemplados submeteram-se ao vestibular, acreditando que como os demais teriam o mesmo tratamento dos que atualmente são bolsistas. Quanto à realização do concurso público para professores municipais, o quadro está defasado, devido às aposentadorias e afastamentos por variados motivos, com um grande número de professores contratados necessitando assim da realização do certame, aproveitando o ensejo para tomar conhecimento e esclarecimentos sobre o andamento do ano letivo”, disse o vereador no requerimento.

O pleito do vereador sem dúvida é muito justo, é pertinente, e isto já deveria ter sido observado no governo Gustavo Caribé, mas não, preferiram contratar em demasia para atender a politicagem local e sequer deram atenção ao concurso que foi realizado na gestão anterior a ele, no governo Helionaldo Lustosa e por isso o assunto volta à tona. Mesmo assim, fatos como este precisam serem esclarecidos e os secretários estão ai para isso, são eles que tem que falar sobre os temas que lhes dizem respeito, mas acontece que os vereadores situacionistas rejeitaram o pedido, de modo que a decisão traz enormes prejuízos a comunidade estudantil interessada, bem a como a própria comunidade como um todo.

Outra coisa ´bom que se diga, convocar secretário para esclarecer um assunto não arranca pedaço de ninguém, de forma que a secretária deve comparecer independentemente de convocação, pois quem recebe salários do povo para gerir o que é público, tem mais que a obrigação de esclarecer perante os representes deste mesmo povo tudo aquilo que precisa ser esclarecido. Uma pena que ainda vivemos com este tipo de política, atrasada e sem transparência e Belém como sempre continua perdendo.

Como a convocação não foi aceita pelos vereadores da situação, Jocilene não compareceu à Câmara. Quem não deve não teme e ela pode fazer a gentileza de ir independentemente de convocação e esclarecer o que se pretende. Assim é que recomenda a civilidade, a boa relação política e acima de tudo os interesses dos munícipes.

Kaio Maniçoba e seus novos companheiros. Neste grupo ele vai ter maiores dificuldades. (Foto: Magno Martos)

Na véspera de fechar a janela partidária, ou seja, do fim do prazo estabelecido na lei para o troca troca partidário sem que o Deputado perca o mandato, levou o Deputado Federal Kaio Maniçoba, a mudar mais uma vez de partido e desta feita ele saiu do MDB e filiou-se no Solidariedade.

Com Kaio também filiaram-se o ex-deputado federal Carlos Eduardo Cadoca. Cadoca busca voltar à Câmara Federal, bem como o empresário e pré-candidato a Deputado Federal, Tonynho Gel. Gel é filho do deputado estadual e ex-prefeito de Caruaru, Tony Gel e sua mãe Mirian Lacerda, foi a Deputada Estadual eleita com a maior votação no estado, quando obteve 67.830 votos. No pleito em que o ex-governador Eduardo Campos foi eleito governador pela primeira vez, Miriam foi candidata a vice na chapa derrotada que foi encabeçada pelo ex-governador Jarbas Vasconcelos, que na ocasião buscava a reeleição para o governo.

A mudança de Kaio sinaliza que na sua curta trajetória política, já que exerce seu primeiro mandato eletivo, Kaio passou pelo PHS, depois mudou para o MDB e agora embarca no Solidariedade.

No cenário de haver uma chapinha de Federal composta por PP, PCdoB, PDT e Solidariedade, as perspectivas são de que a coligação possa eleger de quatro a cinco deputados, o que daria na melhor hipótese a oportunidade do último eleito chegar ao mandato com pelo menos 70 mil votos.

Se assim for, Kaio vai terá que praticamente triplicar os votos que obteve na eleição de 2014. Naquela ocasião O Deputado foi beneficiado com o coeficiente eleitoral e foi eleito com apenas 28.585 votos, deixando de fora do mandato candidatos com votações wxpressivas, como Mozart Sales (PT), com 73.967, o próprio Augusto Coutinho (SD) 67.918, João da Costa (PT) que é ex-prefeito do Recife, Pedro Eugênio (PT) com 61.025 e Fernando Ferro (PT) com 59.147 votos. Segundo as projeções, Augusto Coutinho deve obter 100 mil votos.

Mesmo tendo obtido apenas 130 votos no município de Belém do São Francisco no pleito passado de deputado Federal, o pastor Eurico, no exercício do mandato apresentou emenda parlamentar que destinou um trator com todos os implementos agrícolas para o município.

O fato chama atenção, pois mesmo havendo tantos deputados mais votados que ele em Belém, quase nenhum deles dedicou atenção a Belém como o Pastor, ou seja, o deputado não levou em consideração a votação ínfima obtida.

A questão agora é saber se na hora de retribuir o gesto do deputado aqueles que se regozijaram com a entrega irão ou não dedicar mais atenção ao deputado, pois certamente com mais votos que possa ter, dele advirá a garantia de que Belém sempre será lembrada com outras ações. Portanto de parabéns o pastor Eurico.

O deputado Pastor Eurico demonstrou respeito e consideração com os poucos votos que obteve em Belém. Graças a ele um trator novo com diversos implementos chega para servir a comunidade.

Inconformado com o desleixo empregado pelos órgãos públicos, e principalmente pela falta de atenção dos vereadores do município para com os problemas do Projeto de Irrigação Araticum, em Rodelas, levou o agricultor conhecido como Naldinho de Major, de forma inusitada, após receber seu salário da prefeitura, a contratar uma caçamba e uma retroescavadeira para tapar os buracos da estrada de acesso, bem como os buracos da própria vila

Com as chegadas das máquinas no local, o agricultor acompanhou os trabalhos de perto e em tom de revolta, em voz alta fazia muitas críticas aos vereadores. Na verdade, segundo Major, as críticas aconteceram pelo fato dos vereadores, como representantes legítimos da comunidade, não moverem uma palha sequer com o fim de cobrar junto as autoridades soluções simples, como é o caso dos buracos.

A atitude de Major é louvável, interessante mesmo, pois se os vereadores que recebem altos salários dos cofres públicos não possuem coragem de tirar dos seus bolsos valores para fazer o mínimo pela comunidade, com Major é diferente, pois mesmo tratando-se de pessoa humilde e pobre, demonstra ele ter a atitude nobre de ajudar a minimizar os sofrimentos dos seus conterrâneos.

Que a atitude de Major sirva de exemplo, não só para trazer benefícios para a comunidade, mas para que outros também tenham a coragem e a determinação de lutar por algo melhor para a população. Confira tudo no vídeo abaixo produzido pelo Blog do Tony Bahia.

Associação dos caprinovinocultores de Caraíbas e Chorrochó – ACCC, conseguiu com uma ação junto a SDR, o CAR e BAHIATER, 50 mil mudas de palma forrageira de uma espécie resistente à cochonilha do carmim, que é uma praga que vem se alastrando pelo Brasil. Essas mudas foram distribuídas entre 50 agricultores de diversas regiões do município.

Segundo a presidente Ednaide Botelho, essa distribuição foi feita entre três a quatro produtores de cada comunidade, atingindo assim a todas as comunidades, os produtores que receberam essas mudas ficaram comprometidos a fornecer sementes (mudas) aos seus vizinhos assim que seus viveiros estiverem produzindo.

Nilsinho, que é natural de Belém do São Francisco, falou em seu discurso que foram adquiridas mais 50 mil mudas, e que só foi possível graças ao Deputado Federal Valmir Assunção, que destinou essa ação de seu mandato para os pequenos agricultores dessa região.

Segundo José Nilson o material é distribuído com o fim de atender as necessidades de todos.

Estiveram presente ao evento de distribuição, o Engenheiro Agrônomo da Bahiater, José Nunes e o Técnico Jesus, que proferiu uma pequena palestra sobre o cultivo da palma forrageira.

O ex-secretario de agricultura de Chorrochó, Nilson Rodrigues, esclareceu ainda sobre a importância e a forma de distribuição dessas mudas: “Nós temos atuado de forma democrática, a lista dos beneficiados com a aprovação de todos os membros. Essa é uma política pública que tem que acontecer cada vez mais para que o menos favorecido seja atendido, assim como os que já foram beneficiados para que todos tenham acesso a essas políticas. É uma forma de estar distribuindo rendas e distribuindo os recursos que vêm para todos, sem distinguir partido político, atendendo assim as necessidades de cada um.”

Desenvolvido por