Com pouco mais de 15 mil eleitores inscritos no município, 9.203 deles compareceram livremente as urnas neste domingo para conscientemente esmagar Aécio Neves e seus apoiadores, impondo com isso uma derrota acachapante na elite do município, no legado do ex-governador Eduardo Campos, ao governador eleito Paulo Câmara, ao prefeito Gustavo Caribé e acima de tudo para agradecer a presidente Dilma por tudo quanto fez em prol dos mais necessitados, de forma que ao obter 9.203 votos, a presidente reeleita deixou para seu concorrente apenas 1.765 votos, o que resulta dizer que o povo teve bom senso, que sabe votar e que só precisa de uma oportunidade para sepultar definitivamente a mentalidade política atrasada que em todos os lugares acaba, mas que ainda sobrevive na terra.
Vale mencionar ainda que nos distrito do Ibó e Riacho Pequeno a diferença foi maior ainda, no primeiro, Dilma obteve 932 votos, ao passo que Aécio Neves obteve apenas 96, já no distrito do Ibó a presidenta obteve 1.523 contra 149 do seu concorrente, ou seja, em Belém Dilma obteve 83,90 % dos votos validos, em Riacho este percentual foi de 90,66% e no Ibó foi pior ainda, 91,08%.dos votos válidos para a candidata, mesmo tendo o prefeito três vereadores nesta região.
GANHA E PERDE
Este resultado, somado ao que aconteceu no resto do país reelegeu a presidente Dilma Rousseff para mais quatro anos de governo, que com o fato doravante dividirá o poder no âmbito municipal entre as forças políticas da terra, uma vez que daqui para frente Gustavo Caribé e seus correligionários deverão contar apenas com o governo de Pernambuco, enquanto que os opositores passaram a contar com o governo federal, que além de possui mais recursos, oferece uma CODEVASF que funciona com bastante força ao alocar recursos importantes para obras hídricas que a região tanto necessita.
Por outro lado às cobranças que Licinio faz a Gustavo sobre os tímidos projetos sociais que advém para o município, quando aponta falta de projetos com este fim, inverterão de papéis, daqui para frente caberá ao professor junto com seus aliados a tarefa de trazer ações que definitivamente tire Belém do fundo poço, local este alias, escolhido por todos eles.
Noutro aspecto, Gustavo vai ter que explicar por que tantas obras paralisadas, quadra de esporte da creche Tia Zita, posto de saúde do Bairro Bom Jesus e do distrito de Riacho Pequeno, obras do cais do rio, adutoras e tantos outros empreendimentos indispensáveis ao povo. Ele vai ter que dizer, já que ninguém consegue saber se os recursos destinados às obras foram ou não enviados pelo governo federal. A partir de agora tudo que aconteça de bom ou ruim será sem sombra de dúvida da alçada das oposições.
FESTA DO POVÃO
Anunciada como eleita, centenas de pessoas ocuparam a Avenida Antonio Teodósio onde vários carros de som desfilavam entoando músicas da candidata vitoriosa. Atrás deles seguia inúmeros outros veículos e centenas de motocicletas, mas dentre estes apenas três ou quatro de luxo, o restante dos veículos eram populares, na grande maioria carros velhos, o que mostrava ao lado das motos que a festa era do povão, embora no meio dele estivessem vários petistas, os vereadores Valdir Moreno, Ana Magalhães e Henrique Marcula, seu filho, vice-prefeito Cristiano, o ex-vereador Joselito Nogueira, o candidato derrotado no pleito de prefeito, professor Licínio Lustosa e sua esposa Regina que no meio da rua esbanjava alegria e satisfação com o resultado que o povo fez acontecer.

POVÃO FAZ A FESTA NA AVENIDA ANTONIO TEODÓSIO.

SURPRESA E CAUSAS
A vitória pode-se afirmar já era esperada, mas exorbitante como foi é prenúncio de derrota do prefeito Gustavo Caribé, que não soube traduzir em votos as realizações que tanto alega ter feito principalmente as mais de duzentas barragens que por baixo beneficia 500 eleitores do interior do município, eleitores estes que além de fiel, muitos são seus parentes.
O mesmo pode ser dito quanto às 100 unidades habitacionais do “Minha Casa Minha Vida”, onde pelo menos 200 eleitores foram igualmente beneficiados, da renúncia da receita em favor das faculdades que entre proprietários, dirigentes, professores e demais servidores deve beneficiar cerca de outros 200 eleitores, das adutoras que deveria beneficiar mais de 1.000 pessoas, dos nove vereadores onde apenas um deles obteve mais de mil votos no último pleito, que junto com os cargos que usufruem, bem como os carros e prédios locados que tem poderia ter rendido no baixo 1.000 votos, nos funcionários contratados que importa em quase 500 eque poderia render também outros mil votos, além dos inúmeros calçamentos, mas nada disto aconteceu já que as unidades habitacionais do “Minha Casa Minha Vida” não foram concluídas, as faculdades, mais precisamente a de Direito não reverte votos pois é cara e abarca um número mínimo de alunos da terra, as adutoras não funcionam, obras não consegue serem concluídas, vereadores e lideranças políticas mesmo beneficiados cruzaram os braços, os contratados com os salários atrasados, alguns dos quais com quem foi feito uma negociação para perdoar o atrasado, mais que já vai para noves meses e nenhum centavo receberam, as barragens que estão secas e que nesta situação não oferece resultados concreto e imediato a quem necessita de água agora, com urgência, de forma então que diante de todo este quadro o povo ignorou “meu bichim” e por isso impuseram uma derrota “que nem papai perdeu tão fragorosamente assim”.

PATIO DE FEIRA É UM EXEMPLO DE OBRA QUE NÃO CHEGA, NEM SE SABE QUANDO CHEGARÁ AO FIM.

AÇUDES SÃO FEITOS, MAS SEM CHUVAS NUNCA ENCHEM. MELHOR SERIAM POÇOS ARTESIANOS.

O QUE COMEMORAR?
Por outro lado não pode a oposição comemorar o resultado como fruto dos seus esforços, afinal ela é tetraplégica, cega, surda, muda e jamais executou uma só tarefa de combate aos equívocos do governo Gustavo, tanto é que afora a vereadora Ana Magalhães, todos balançaram a cabeça quando o prefeito enviou para a Câmara projeto de isenção fiscal para as faculdades, além do fato de que alguns deles lideram acintosamente a fila dos altos salários que o município paga através da autarquia de ensino, embora muitos não executem se quer suas horas aulas e com isso muito dinheiro corre ralo abaixo sem que ninguém ouse reclamar, ou seja, a oposição e a situação de Belém é o retrato mais puro e fiel do que representa o PT e o PSDB. Se falar um do outro será o sujo falando do mal lavado, afinal todos seguem a mesma cartilha política de atender apenas a familial, inclusive os dirigentes do PT que não consegue enxergar um palmo a frente.
POVÃO E ELITE
O resultado além dos aspectos observados mostra também que a elite belemita saiu bem derrotada, deles inclusive que nunca foi às ruas para protestar contra os desmando que acontecem, mas que neste pleito, por conta de certos programas sociais que o governo federal oferece aos que necessitam e que se julgam prejudicados com estes, lá estiveram marchando junto com a minoria, em carreatas, mas no fim o que se viu foi um resultado político impiedoso. A maior derrota empregada por um candidato a outro em todas as eleições acontecidas no município de Belém do São Francisco.
O povo sinceramente foi firme e coerente, pois mesmo com tantas obras inacabadas, delas inclusive sem se quer ser iniciada e os escândalos tão peculiares ao PT e ao PSDB, não esqueceram os afagos de Dilma, nem os pequenos gestos como o Bolsa Família.
A elite ao contrário esqueceu-se dos benefícios que somente eles recebem com o advento da Faculdade de Direito que o presidente Lula da Silva lhes concedeu,. Esqueceu-se de tudo, inclusive que passaram a vida toda ao lado da direita mais cruel que tivemos, da Arena, do PDS, do PFL e do Democratas que nada de concreto trouxeram para o município, mas que agora queriam porque queriam, em nome de uma falsa moralidade, fazer retornar ao poder aqueles que são os precursores de todos os escândalos que acontece, mas que todos ao contrario do passado conseguem saber. O povo foi sábio, não permitiu que isto acontecesse.
OPOSIÇÃO X OPOSIÇÃO.
Como sabemos a oposição quanto ao pleito que finda foi timidamente bancada no município por lideranças políticas como Ronaldo, Helionaldo, Licínio, Vandinho, Henrique, Cristiano, Ana Magalhães, Valdir Moreno, Joselito e tantos outros. Agora é preciso saber se os dois grupos, Lustosa e Marcula, se unem politicamente com vistas as próximas eleições, no campo pessoal está tudo dissipado, no político será tarefa mais difícil, não pelos desentendimentos de antes, o que vale é poder, mas por conta da cabeça de chapa.
O grupo Lustosa deu aos seus candidatos no pleito proporcional passado algo em torno de 4 mil votos. O grupo Marcula ofertou bem menos, cerca de 1 mil votos, mas que pode fazer a diferença numa eleição entre os dois principais grupos políticos, afinal serão mil votos que sairia de uma lado que quando adicionado ao outro significa dois mil, mas certamente Henrique não esquecerá jamais no pleito de 2004 o grupo Lustosa lhes deu as costas e negou a vaga de vice na chapa encabeçada por Helionaldo, ao invés de conquistá-lo, preferiram disputar a eleição com uma chapa completamente caseira. Dodora, prima de Helionaldo, sem qualquer envolvimento com política ocupou a vaga e com isso Henrique resolveu partir para o pleito com chapa própria, não ganhou, mas ajudou Hugo Carvalho e Caribé a perderem.
Seja com for o voto do grupo Marcula terá peso fundamental no que tange ao equilíbrio da eleição, mas o que ouvimos do vice-prefeito Cristiano é que seu pai será candidato a prefeito de todas as formas, ou seja, Henrique não vai ficar pulando de vice em vice, mas se isto não acontecer é certo que estaremos diante do velho bordão: “de João pra Manoel, de Manoel pra João, de João pra Manoel e de Manoel para o primo de João, do primo de João para o filho de Manoel e do filho de Manoel para o filho de Manoel e do filho de Manoel, certeza tenham, para um primo de João e Manoel” e com isso o ciclo administrativo dos dois passará de 30 para 34 anos de mais “João e Manoel” e com eles um rumo certeiro ao fundo poço.
MUDAR PARA GANHAR
Embora com todos os cálculos, é certo também que não se deve desconsiderar a capacidade política de Gustavo, ele tem bons nomes no seu grupo, pessoas inclusive com possibilidade de não representar uma ou outra família, afinal a prefeitura não pode ser patrimônio exclusivo de grupo familiar, tanto é que muito se falou nesta eleição na nova política, mas para isto Gustavo terá que organizar as finanças públicas, que restaurar as receitas dispersadas, concluir as obras paralisadas e as que iniciar, reduzir secretárias, enxugar a máquina administrativa, pagar em dia os servidores e fornecedores, e com a sobra do que economizar incentivar a instalação de pequenas empresas que gerem renda e emprego visando estancar a sangria de capital que sai do município em direção a outros porque não temos como gerar produtos, que consequente não gera renda, não gera emprego, e acima de tudo, buscar ser mais humilde, não subestimar a capacidade das pessoas, pois com o resultado de tudo isto, embora algumas medidas sejam impopulares, Gustavo tem chances de recuperar o tempo perdido, embora ninguém acredite que isso aconteça.

Escrito por Tadeu Sá.

 

Funcionários se dirigiram até a Câmara de Vereadores mas não foram recebidos pelos vereadores.

Através do Sindicato Único dos Profissionais do Magistério Público das Redes Municipais de Ensino do Estado de Pernambuco – SINDUPROM – PE, professores e, auxiliares de serviços gerais (efetivos e contratados) realizaram na manhã de ontem, terça feira dia 28 de outubro, ato público onde pelo qual pedem a atualização dos salários e um calendário de pagamento.

Portando diversas faixas e cartazes que dizia “não deixe que o medo seja maior que a nossa dignidade” e “ser educador e não lutar é uma contradição pedagógica”, os manifestantes concentraram-se inicialmente na Av. Antônio Teodósio, sendo que por volta das 10 horas todos seguiram a pé para a Câmara de Vereadores, mas que não foram recebidos por estes. Na ocasião o vereador José Neto usava da tribuna e ofereceu seu espaço aos manifestantes, no que não concordou o presidente Antonio Temístocles, pois alegou que seria ferir o regimento interno da casa, atitude que não foi compreendida pelos manifestantes que viram a resposta do presidente como de falta de educação e de respeito para com a classe, sendo que a partir todos se retiraram do local sob protestos e gritos de “xô vereadores que são contra os professores” e daí seguiram com destino a prefeitura municipal.

Manifestantes postados defronte a Prefeitura.

Na prefeitura novas manifestações, palavras de ordem foram gritadas pelos professores e alguns pronunciamento duro contra o prefeito Gustavo Caribé que por alguns foi chamado de coronel de botas, de truculento e de não pagar os salários dos servidores em dia. Na sacada do prédio e na parte térrea da prefeitura nenhuma autoridade apareceu para ouvir os queixosos, apenas alguns funcionários observavam atentamente o que acontecia.

Do interior da Prefeitura ninguém saiu para ouvir os apelos.

Prosseguindo na caminhada, todos rumaram todos para a secretaria de educação, sendo que ao chegarem o secretário Helio Roberto veio de encontro, ouviu atentamente o que estes diziam, e ao discursar tentou justificar algumas questões que foram rebatidas pelos professores, mas disse que estava aberto ao dialogo como sempre esteve. No final, após o movimento ser dissolvido, um ofício foi encaminhado aos professores onde pela qual informa a prefeitura da impossibilidade de atendê-los, mas quanto à data de pagamento dos salários sinalizou que pode ser no quinto dia subsequente ao mês do vencimento. Os professores prometem se reunir mais uma vez na próxima segunda feira e se os salários não forem pagos até o dia 31 deste mês, decidirão então pela paralisação de suas atividades.

Do interior da Secretaria funcionários observam o movimento.

Secretário postou-se na porta, mas depois desceu para falar com os manifestantes.

NOTA DO BLOG DO TADEU SÁ.

Esta questão no atraso salarial dos professores efetivos e contratados como os demais prestadores de serviços da prefeitura é questão simples de resolver, basta que o prefeito assim queira e determine o pagamento, pois todos sabem que os recursos destinados à prefeitura especialmente aqueles destinados a educação chegam aos cofres públicos religiosamente em dia. Tanto é que esta nunca atrasa o repasse do duodécimo dos vereadores que impreterivelmente recebem a cada dia 20, ou mesmo antecipado se este dia cair num feriado.

Esta reivindicação é das mais justas, pois como dizem o atraso que sofrem nos seus salários importa sempre em pagamento de juros caros, abusivos e extorsivos. Além do mais a Celpe, a Compesa e os locadores dos imóveis que alguns residem não aceitam atraso nos pagamentos, de forma que se não acontecer o pagamento no dia aprazado a Celpe e a Compesa não pedem justificativas e logo cortam os fornecimentos destes serviços.

Outra atitude que também importa em enorme constrangimento diz respeito ao sustento da prole de cada professor e demais serventuários que as vezes deixam de atender as necessidades mais elementares da família por conta do atraso nos pagamento dos salários. A necessidade é uma coisa que não tem hora para chegar, mas quando chega à pessoa deve está preparada para combatê-las e não ficar no aguardo de um dinheiro que não tem dia certo para receber por conta da desorganização das finanças públicas do município.

Dia destes, por exemplo, sugerimos através deste Blog que o pagamento dos servidores sejam efetuado antes mesmo do pagamento dos proventos do prefeito, do vice e dos secretários, pois sendo assim eles teriam interesse de logo quitar o que devem para que possam receber o que também lhes é de direito. A câmara, no entanto não deu qualquer importância ao assunto e preferiu institui uma data para o aludido pagamento que continua sendo desrespeitada, afrontada, com as pessoas surtando por conta das obrigações que tem a cumprir, mas que não são compreendidas pela prefeitura, um deles inclusive foi internado em completo estado de surto em vista dos atrasos que repetitivamente acontece.

Escrito por Tadeu Sá.

Resultado de eleições sempre traz alegrias para os eleitos e tristezas para os derrotados, sendo que neste caso a tristeza ultrapassou os limites políticos e alcançou também alguns serventuários contratados da prefeitura municipal de Belém do São Francisco e outros que faziam parte de órgão de direção do governo do estado.

Como sempre acontecem estas medidas além de recair apenas sobre os pequenos, sempre são tomadas sem que seja dada noticia a sociedade e com isso os comentários de demissões vão se propagando em ondas rápidas pelas ruas da cidade, inclusive se fala que todos os contratados do distrito de Riacho Pequeno foram afastados.

Além deste fato, o que se sabe é que a prefeitura municipal possui algo em torno de 500 contratados e que diante do inchaço que há pretende agora reduzir de forma bastante este número. Segundo informa uma fonte segura da prefeitura o prefeito irá pagar todos os salários atrasados que há. Os servidores aguardam ansiosamente por isso, embora poucos acreditem.

Acontece que antes mesmo da definição final do pleito alguns servidores por conta de não receberem pelos meses trabalhados resolveram abandonar os cargos que ocupavam, há deles inclusive que buscou se informar através de advogado sobre a possibilidade de se saírem receberem o que há de atrasado, no que foi dito que sim, de forma que diante de tão grave situação muitos são aqueles que pretendem largar seus empregos para ingressarem na justiça com uma ação que obrigue a prefeitura a pagar o que deve.

ATÉ SECRETÁRIO PEDE DEMISSÃO

SECRETÁRIO LAÉRCIO DEMOROU MUITO POUCO NA PASTA DE AGRICULTURA.

Um dos que também saíram espontaneamente do cargo que ocupava foi o secretário de agricultura Laércio Dunes. Segundo rumores ele deixou a pasta por conta do atraso constante no seu salário. Laércio era do Conselho Tutelar e agora busca retornar a vaga para a qual foi leito.

DEMISSÃO NO IPA

No que tange ao IPA, órgão do governo do Estado, o que se sabe é que dois dias após a eleição do primeiro turno que elegeu governador o candidato Paulo Câmara, o Diretor do IPA municipal, José Eudes Ubaldo Nunes foi sumariamente afastado do cargo que ocupava por conta de sua posição política no pleito em referencia.

O técnico, que é mais conhecido como Piedade, é aliado histórico do vereador Henrique Marcula e como tal quando da eleição fez campanha e apoiou os candidatos do vereador, os quais eram adversários do governo do Estado. De repente então, Piedade foi afastado mesmo sendo ele e Henrique, até os dias atuais, aliados do prefeito Gustavo Caribé, que no município apoiou o candidato a governador eleito.

Ocorre que mesmo demitido ninguém assume a paternidade da obra, inclusive o prefeito insiste em dizer que não foi ele.

O certo é que o técnico foi afastado do cargo e nenhuma providencia política foi adotada no sentido de retificar o que “misteriosamente” aconteceu e sendo assim, Piedade continua bem distante do cargo, situação que não aconteceu em 1987, pois neste ano, por sugestão do então deputado e hoje senador eleito Fernando Bezerra Coelho o chefe da Emarter-PE local foi afastado, mas graças aos esforços de Denize Alencar ele retornou imediatamente ao cargo, ou seja, basta querer e ter prestígio para acontecer. Do contrario o racha será inevitável.

Com o episódio a oposição a Gustavo, que por hora é a mesmo de Henrique Marcula, mesmo sem ter votado no candidato do ex-governador Eduardo Campos, Paulo Câmara, correu para oferecer o cargo ao ex-secretário de Agricultura de Gustavo, o agrônomo Wilson Roriz, mas que este não teve interesse na indicação.

Se isto acontecer mão mais precisa votar no governador, basta eleger um deputado majoritário e resto naturalmente acontecerá, inclusive já há dois deputados do grupo Lustosa trabalhando pelo retorno de Piedade ao cargo. É muita coerência política.

Escrito por Tadeu Sá.

PLACA DIZ QUE OBRA ERA PARA TER SIDO ENTREGUE EM JULHO DE 2014, MAS ATÉ AGORA NADA.

Preocupados com a precariedade na questão da saúde pública de Riacho Pequeno, diversos moradores do local procuram o Blog do Tadeu Sá para denunciar o descaso que há quanto a não conclusão das obras de reforma e ampliação da unidade básica da saúde, que funciona no centro daquele distrito. Com o fato o posto há mais de quatro meses instalado no prédio da cadeia pública local, fato que desagrada à população, pois além de não ter condições de funcionamento, o local foi palco no passado de cenas as pessoas o que mais querem é esquecer.

Um dos queixosos, o ex-vereador Joselito Nogueira, disse a nossa reportagem que a placa que foi colocada no local dá conta de que esta seria da alçada do governo federal e que recursos correspondentes a 130 mil reais teriam sido liberados. Inclusive consta na aludida placa que a obra que deveria ter sido entregue em 11 de junho, mas sequer foi iniciada.

Diante do fato o grupo de oposição daquele distrito procurou o médico Mozart Sales, que tem forte influencia no governo federal por ter programado o “mais médico” para que este informe se a pendência que há quanto a obra é relativa ou não ao ministério da saúde.

Escrito por Tadeu Sá.

MOZART FICOU DE VERIFICAR A LIBERAÇÃO OU NÃO DOS RECURSOS PARA A OBRA.

BELEMITA ANÍBAL FALECEU AOS 84 ANOS.

Faleceu neste domingo, dia 28 de outubro, o senhor Aníbal Roriz Caribé. O falecimento aconteceu na capital do estado, local onde Aníbal residia ultimamente, sendo que seu corpo foi sepultado na cidade de Paulista, mais precisamente no cemitério Parque das Flores.

Aníbal era carinhosamente chamado por todos de “Aníbal do Correio”, empresa onde trabalhou até se aposentar. Em vida ele foi casado com a senhora Maria do Socorro da Luz Roriz (Socorro Acioly).

Aníbal era um cidadão de bem, pacato, honesto e amigo de todos. Ao falecer possuía 84 anos e deixa os filhos Ivete, Marcos, Ana Roseli e o ex-vereador Wamberto Caribé.

Escrito por Tadeu Sá.

Por Tadeu em out - 29 - 2014

VÂNDALOS DILAPIDAM QUADRA PÚBLICA DO IPSEP.

Sem que tenha qualquer responsável, a quadra pública da Escola Carolina Augusta de Sá, localizada no bairro do Ipsep, nesta cidade de Belém do São Francisco, vai aos poucos sendo depredada por alguns meliantes que se aproveitando da ausência de um vigilante ou responsável buscam quebrar tudo quanto encontra pela frente, inclusive em locais de altura considerada como os cogobós que estão sendo quebrados com pedras.

O Blog já denunciou o abandono que a quadra vive, sem qualquer responsável e com isso os vândalos ficam a mercê das suas vontades para praticar toda sorte de irresponsabilidade. Além deste fato, os moradores do local se queixam que a quadra não tem hora de uso e que a noite pessoas estranhas usam o local para namoros, além de outras práticas erradas, de forma que uma providencia urgente deve ser  tomada.

Escrito por Tadeu Sá.

Prefeito Gustavo Cabral.

Em mais uma sessão da primeira câmara, determinou o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco a aprovação das contas do processo TC Nº 1480063-9, referente ao município de Itacuruba, exercício financeiro 2013, cujo gestor trata-se do prefeito Gustavo Cabral. O relator do processo foi o Conselheiro João Carneiro Campos

No relatório, com recomendação para que a Câmara aprove com ressalvas as referidas contas, o TCE sugere que o município adote algumas considerações, mas todas elas com o fim apenas de aperfeiçoar mais ainda a administração do município, importando, porém salientar que não foi aplicada qualquer multa ou recomendação de devolução de numerários.

O conselheiro Carlos Porto votou de acordo com o relator, que foi acompanhado pelo conselheiro presidente Ranilson Ramos. O procurador foi Gilmar Severino de Lima.

CHORROCHÓ

Belemita Rita Campos, Prefeita de Chorrochó.

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, também na semana passada aprovou com ressalvas as contas da Prefeitura de Chorrochó cuja gestora se trata da belemita Rita de Cássia Campos Souza, conta esta relativa ao exercício de 2013.

Ao contrário de Itacuruba o relator do parecer, conselheiro Raimundo Moreira, aplicou multa de R$ 10 mil à gestora pelas falhas contidas no relatório e determinou o ressarcimento de R$ 248.777,71, com recursos pessoais, em decorrência da saída de recursos da conta do FUNDEB sem a apresentação de documentos de despesas correspondentes a R$ 101.880,97, pela comprovação de despesas (R$ 75.655,74) e ausência de processos de pagamentos (R$ 71.241,00).

Além do mais a administração municipal ultrapassou o limite de 54% para despesa total com pessoal, estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal, já que os gastos alcançaram o montante de R$ 13.399.193,50, correspondente a 54,70% da receita corrente líquida de R$ 24.495.514,16. A relatoria determinou a adoção de medidas a fim de reconduzir os referidos gastos ao limite estabelecido pelo dispositivo legal, sob pena de multa equivalente a 30% dos subsídios anuais da gestora pela reincidência.

RECURSO

Com e decisão a Prefeitura Municipal de Chorrochó informou que entrará com recurso junto ao TCM – BA, para que o mesmo reveja as ressalvas contidas no parecer, principalmente, no que diz respeito ao ressarcimento de R$ 248.777,71, pois toda documentação comprobatória foi protocolada junto ao TCM de forma complementar a resposta da notificação anual, que por ventura pode não ter sido analisado pelos técnicos da corte. O município no seu direito, irá protocolar novamente toda documentação a fim de comprovar todas as despesas ora listadas pelo TCM, além de reduzir o valor da Multa da gestora. A Aprovação das contas do exercício de 2013 por si só, demonstra que tais ressalvas não comprometeram a execução financeira orçamentária do exercício de 2013 e que o município vem buscando cada vez mais melhorar a organização administrativa e gerencial para manter a aprovação das contas dos exercícios futuros.

Escrito por Tadeu Sá.

Sem título

Garantir o direito dos reeducandos e dos seus familiares. Esta é uma das principais missões do novo secretário-executivo de Ressocialização, Carlos Humberto Inojosa Galindo, que no inicio do mês foi apresentado aos pernambucanos como o novo secretario da “SERES”.

O novo secretário conhece bem o sistema prisional e ao tomar posse disse que vai implantar algumas iniciativas para ajustar e melhorar as atividades:

Vamos trabalhar para que sejam respeitados os direitos dos reeducandos e dos seus familiares. É importante criar as condições para que estas pessoas possam ser inseridas no mercado de trabalho quando estiverem em liberdade”, destacou Humberto Inojosa.

JUIZ EM BELÉM

Formado em Direito pela Faculdade de Direito de Olinda e pós-graduado em Direito Público (UFPE), Humberto Inojosa exerceu durante 20 anos a magistratura em Pernambuco, sendo que sua primeira Comarca foi Belém do São Francisco, quando aqui esteve em 1994.

Na ocasião o Magistrado foi responsável por grande parte dos mandatos de prisões expedidos contra membros das famílias Araquam e Benvindo, mas também foi ele um dos responsáveis pela manutenção do acordo de paz celebrado, acordo este que já vigora por mais de uma década.

Em reunião acontecida há quatro anos com o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, na capital do Estado, quando as famílias pediam celeridade nos processos dos seus parentes, Dr. Humberto foi o primeiro a levantar sua voz em favor das revogações dos mandatos que ainda estavam em vigor, pois segundo ele, já havia tanto tempo que as questões inerentes à necessidade destas expedições estavam superadas, de forma que todos deveriam ter suas prisões revogadas para responderem aos processos em liberdade. De fato logo depois vários acusados foram submetidos a julgamento popular, outros porém tiveram suas prisões revogadas.

Com o cargo que agora ocupa, cabe ao secretario executivo de ressocialização – SERES controlar e manter em funcionamento o sistema penitenciário do Estado, mediante a guarda e administração dos estabelecimentos prisionais, buscando a ressocialização do apenado, sua proteção e a garantia de seus direitos fundamentais, sendo que um dos órgãos integrante da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos – SEDSDH, administra 18 estabelecimentos penais, 3 gerências regionais e mais de 70 cadeias públicas.

Escrito por Tadeu Sá.

Preocupada com algumas questões relativas à Belém do São Francisco, a belemita Fernanda Maria encaminhou ao Blog do Carlos Brito um alerta e várias sugestões ao prefeito, Gustavo Caribé, e aos vereadores do município. Confiram:

Mensagem aos vereadores de Belém do São Francisco:

Srs. vereadores de Belém,

Não basta apenas fiscalizar o Executivo, vocês têm que apresentar projetos de lei buscando melhorias para a cidade na educação, segurança e principalmente na área da Saúde Pública.

Somente criticar não resolve. Apresentem, aprovem projetos e exijam que se cumpram que assim vocês serão melhores avaliados pela população.

Mensagem para o prefeito Gustavo Caribé:

Significado de “prefeito”, segundo o dicionário: “chefe de uma prefeitura; chefe de uma municipalidade”.

Peço que não feche seus olhos para o problema das drogas em nossa cidade, sendo que visualizando o seu perfil aqui no Facebook, sua maior preocupação parece que é com as barragens. Não estou dizendo aqui que isso não seja importante, mas a população também tem outras necessidades. Acho que Vossa Excelência precisa refletir um pouco sobre sua elaboração de política pública, principalmente àquelas relacionadas ao bem-estar e qualidade de vida da população. Ponha a sua cabeça no travesseiro e tenha a consciência que o futuro da cidade está em suas mãos.

Até quando vamos ver nossos jovens usando maconha e sabem lá o que mais?  Jovens estes que necessitam de assistência, de uma clínica de recuperação, algo até surreal para famílias de baixa renda da nossa querida Belém.

Cabe ao senhor providências já! Precisamos corrigir isso, não é tão difícil. Será que não há pelo menos um que se interesse pela questão da saúde pública dessa cidade? Vamos agir, gente!… Levante-se alguém aí. Estou falando em nome das mães que veem seus filhos no mundo das drogas ou entrando nele, e nada podem fazer porque elas não têm um suporte.

Vale lembrar que esses pequenos gestos oferecidos às famílias irão reduzir e prevenir a violência muitas vezes gerada pelas Drogas.

Vou aqui dar a minha opinião: o que Vossa Excelência acha de um Centro de atendimento Psicossocial em nossa Belém? Ele atende dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). Bem, acho que fiz minha parte! Espero que através da mensagem aqui deixada, tenha um retorno positivo para a população de Belém de São Francisco.

Obrigada!

FERNANDA MARIA

Cidadã belemita.

Sem título

A prefeita de Almadina, Alba Gleide de Moura de Góes Pinto, foi multada em R$ 2 mil pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, em razão das nomeações de parentes de vereadores para diversos cargos comissionados no âmbito do Poder Executivo, no exercício de 2013. A denúncia foi formulada pelo ex-prefeito José Raimundo Laudano Santos afirmando que as nomeações objetivaram o favorecimento dos edis para que rejeitassem as contas municipais de sua responsabilidade, tendo em vista a relação desafetuosa mantida com o marido da prefeita.

O relator conselheiro Antônio Emanuel afirmou que o caso apresentando não pode ser caracterizado como nepotismo, seja direto ou cruzado, ante a ausência dos requisitos necessários para sua configuração, vez que o parentesco das pessoas nomeadas não é com a prefeita, então autoridade nomeante, mas com vereadores municipais, vinculados, portanto, a outra pessoa jurídica. Contudo, ressaltou que as nomeações ofenderam aos princípios constitucionais da razoabilidade, impessoalidade e moralidade administrativa. Assim, o favorecimento de parentes de autoridades públicas constitui-se em prática imoral, na medida em que o interesse individual prevalece sobre a coletividade, devendo ser imputada sanção à gestora. Cabe recurso da decisão. (Fonte: Blog Velho Chico)

Escrito por Tadeu Sá.

Desenvolvido por