Uma máquina conhecida como PC, de grande porte, encontra-se a alguns dias no município de Belém do São Francisco com a finalidade de fazer uma limpeza e o desassoreamento de grande parte do rio São Francisco, no trecho onde localizam-se as fazendas Malhada Grande, Quixaba, Serrota, Ilha dos Brandões e Empoeira.

A ação já vinha sendo cobrada, pois neste trecho, que corresponde a cerca de 7 (sete) quilômetros, o rio praticamente deixou de correr e por isso a água ficou imprestável para o consumo, o que vem ocasionado uma quantidade enorme de peixes mortos. Meses atrás o agricultor Vavá Araquan, atual diretor do Ceasa, tentou com um trator de sua propriedade desobstruir o leito do rio, mas a obra necessitava de uma máquina maior, como acontece agora.

A realização do serviço foi resultado dos esforço conjuntos de vários lideranças políticas, como Fernando Monteiro, Gilmar Freire, Batista Cícero, o vereador Antonio de Eurípedes e do agricultor Vavã Araquan. No final, segundo Gilmar, a limpeza vai beneficiar mais de 500 famílias.

A máquina rasga o leito soterrado do rio São Francisco com o fim de facilitar o escoamento das águas e evitar a mortandade enorme de peixe. Ao lado, Gilmar Freire e Batista Cícero observam os trabalhos.

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por