Enquanto Rorró, elogia a atuação de Dilma, o seu filho, deputado federal Kaio Maniçoba, disse sim ao impeachment

Enquanto Rorró, elogia a atuação de Dilma, o seu filho, deputado federal Kaio Maniçoba, disse sim ao impeachment

Anfitriã da agenda presidencial em solo pernambucano quando da última visita de Dilma as obras de Transposição do Rio São Francisco, eixo Leste, a prefeita de Floresta, Rorró Maniçoba, embora filiada ao PSB, afirmou na ocasião, que era contra o impedimento da presidente. “Quero aqui, expressar, a minha solidariedade e o meu apoio ao seu governo. Meu desejo, é que seu governo avance, que isso significa, o respeito à democracia. Torcer contra um governo referendado, pela escolha popular é torcer contra o Brasil”, expôs prefeita quando da cerimônia oficial, que marcou o acionamento da 2ª estação de bombeamento do Eixo Leste do projeto de integração do rio São Francisco.

Durante o evento, a prefeita não se intimidou em rasgar elogios a presidente, “Presidente Dilma, o momento é de dificuldade para o nosso país; mas as dificuldades são parte inevitável das nossas vidas. Enfrentar as duras realidades da vida requer coragem e enxergo coragem e determinação na sua pessoa”.

Sem título

A prefeita, como se sabe é mãe do deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB), que diante de suas declarações, se esperava que ela interferisse junto ao filho para que votasse contra a cassação da presidente, mas isso não aconteceu. O homem é o dono do voto e como tal votou como entendeu.

Ao votar, pelo impedimento da Presidente, Dilma, Kaio Maniçoba, disse: “Senhor Presidente, chego ao alto dessa Tribuna, para proferir aqui uma célebre frase do nosso querido Ulisses Guimarães, que dizia: “A nação quer mudar, a nação deve mudar, a nação vai mudar”, e chego aqui com o orgulho de ser pernambucano, com o orgulho de ser sertanejo e de ser florestano, para dizer que voto sim a esse Impeachment”, ou seja, Kaio, não levou em consideração os argumentos da mãe, ao contrário, o deputado não enxerga na presidente Dilma, o que sua mãe afirma enxergar e que votar sim não significa torcer contra o Brasil, como disse Rorró. Uma coisa porém é certa, não é só a nação brasileira que precisa mudar e vai mudar. Floresta, Belém e tantos outros municípios do Brasil afora precisam mudar e vão ter que mudar.

NOVAES E IMPEACHMENT:

Mesmo sem direito a voto, como cidadão e deputado estadual que é, Rodrigo Novaes, se pronunciou sobre o Impeachment, e disse lamentar a falta de líderes nacionais que representem bem o povo. “A população não possui o hábito de acompanhar a política, e depois da sessão histórica fico imaginando qual a impressão das pessoas sobre aqueles pronunciamentos inconsistentes e argumentações ridículas”, disse.  Ele comentou ainda que é preciso uma reforma política. Mas, ressaltou que primeiro a qualidade de nossa representatividade deve ser melhorada.

Novaes parabenizou os deputados de Pernambuco pelos seus pronunciamentos durante a votação. “Assisti a Silvio Costa (PT do B), Ricardo Teobaldo (PTN), Zeca Cavalcanti (PTB), com a mesma tranquilidade que escutei aos que foram favoráveis ao impedimento. É essencial ter coerência para construirmos uma política de qualidade”. Rodrigo não deixou claro a quem estaria se referindo quando citou, a palavra “coerência”.

Novaes, disse, “Depois da sessão histórica fico imaginando qual a impressão das pessoas sobre aqueles pronunciamentos inconsistentes e argumentações ridículas. É essencial ter coerência para construir uma política de qualidade”.

Novaes, disse, “Depois da sessão histórica fico imaginando qual a impressão das pessoas sobre aqueles pronunciamentos inconsistentes e argumentações ridículas. É essencial ter coerência para construir uma política de qualidade”.

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por