Sem título

A Secretaria Municipal de Educação de Terra Nova contratará temporariamente através de Processo Seletivo Simplificado, professores para a educação infantil e fundamental do município.

A seleção será realizada em uma única etapa, denominada AVALIAÇÃO CURRICULAR. As inscrições serão abertas na próxima e termina hoje, 29 de janeiro. As inscrições serão efetuadas de forma presencial, no prédio da Secretaria de Educação de Terra Nova, localizado na Praça Cel. Jeremias Parente de Sá, no centro da cidade.

O certame oferece 13 vagas imediatas, entre educação infantil e fundamental, mas, de acordo com a necessidade da administração municipal, mais professores poderão ser convocados. O contrato terá vigência inicial de 12 meses e poderá ser prorrogado por mais 12, se assim a administração municipal achar conveniente. A remuneração é de um salário mínimo nacional vigente.

Mais informações, bem como os anexos necessários para as inscrições, encontram-se no edital do Processo Seletivo. (Fonte e foto Blog Terra Nova Online)

Escrito por Tadeu Sá.

De acordo com a Resolução nº 414, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a transferência de ativos de iluminação pública deveria ocorrer até o final do ano passado. A determinação da Aneel foi no sentido de, mesmo que a transferência não viesse a ser formalizada, as distribuidoras paralisariam os serviços de manutenção de iluminação pública a partir de 1º de janeiro de 2015.

No entanto, o que causou indignação para a Amupe foi que a grande maioria das distribuidoras com ativos a transferir, incluindo a Celpe de Pernambuco, não cumpriram com o que foi estabelecido na normativa da Aneel, que previa a entrega dos ativos em condições normais de funcionamento e atendendo as normas técnicas até o prazo fixado.

O prazo terminou e os desencontros continuam, gerando um jogo de empurra-empurra entre prefeituras e distribuidoras de energia.

Em reunião realizada no dia 13 de janeiro entre a Aneel, Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e Distribuidora no Estado de Pernambuco (Celpe), a Aneel admitiu rever sua posição quanto a paralisação dos serviços de manutenção de iluminação pública pela Distribuidora nos casos em que não foram feitos os reparos necessários nas instalações, ou seja, a Distribuidora não fez a parte que cabia até 31/12/2014.

Nestes casos, será fixado um novo prazo para a Distribuidora fazer os reparos necessários e mais um prazo para o Município efetuar a conferência. Neste período a Distribuidora retomará a manutenção normal de iluminação pública. A ANEEL informou que esta posição necessita ser aprovada pela sua Diretoria para que se torne oficial, o que prevê que vá ocorrer até 23 deste mês.

Esta prorrogação de prazo não será para todos os Municípios e sim apenas para aqueles que já protocolaram ou que vão protocolar reclamação na Ouvidoria da ANEEL quanto a situação precária que se encontram os equipamentos de iluminação (Fonte: Blog do Janildo).

NOTA DO BLOG DO TADEU SÁ

Em Belém a lei já foi aprovada e com ela um aumento absurdo. Veja abaixo na integra a matéria supracitada.

SEM OUVIR SOCIEDADE CÂMARA APROVA “TARIFAÇO” IMPIEDOSO E IMPÕE MAIS SACRIFÍCIOS A POPULAÇÃO BELEMITA.

No apagar do ano de 2014, mas precisamente no dia 11 de dezembro, um presente grego de final ano nos foi dado,já que a câmara de vereadores de Belém do São Francisco, em duas votações ordinárias que aconteceu no mesmo dia, aprovou por oito votos favoráveis e dois contra Projeto de Lei de autoria do poder executivo municipal, através do prefeito Gustavo Caribé, o qual impõe violento tarifaço na taxa de iluminação pública da cidade e distritos, o que por certo vai penalizar mais ainda a já sofrida sociedade belemita, especialmente aqueles que usam suas residências como padarias, mercadinho, lanchonete, frigorifico, bar ou comercio outro, pois passarão a pagar taxa elevada na iluminação pública, ao passo que os grandes supermercados, as faculdades e indústrias terão tarifas que não passam de R$ 100,97. Outros que poderão ser penalizados são aqueles que são isentos por conta do Bolsa Família. No dia da votação muito se falou que eles também terão que pagar o tarifaço imposto, situação que acontece justamente num momento em que se fala que a energia deva subir este ano em cerca de 40%.

NIVELAMENTO

Outro fato que chama atenção, diz respeito ao nivelamento do que será cobrado, o projeto cobra de acordo com o consumo, quando deveria cobrar tanto pelo consumo, como pelo local do imóvel, uma vez que não se pode comparar uma residência localizada na Avenida Cel. Jerônimo Pires, onde tem praças, jardins, calçamentos, três redes de energia, saneamento, bancos de praças, limpeza constante e que localiza-se bem próximo do centro da cidade e dos serviços, com quem reside, por exemplo, no Bairro AABB, ou nas periferias da cidade, como é o caso das residências que ficam na saída para as ilhas e nas proximidades do cemitério.

MOTIVO

O fato tem origem na decisão imposta aos prefeitos que doravante terão que arcar com os encargos relativos à iluminação pública das suas cidades, que até então estava sob gestão das distribuidoras de energia, o que levou cada município brasileiro a ter que instituir taxas que cubram estas despesas. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a medida busca atender à Constituição Federal. Os ativos de iluminação pública incluem luminárias, lâmpadas, relés e reatores que ficam a partir de agora sob os cuidados da prefeitura. Os postes de luz continuarão sendo administrados pelas distribuidoras.

VALORES X CÂMARA

No caso de Belém o que se discute não é a adoção da medida, mas o valor a ser cobrado e a desigualdade destes, ninguém sabe de onde foram tirados, inclusive há casos de residências que até o mês passado pagava apenas R$ 11,19, mas com a nova decisão terá que pagar a importância de R$ 44,94, um aumento absurdo correspondente a 296,78 %, ou seja, enquanto o salário mínimo subiu apenas 13%, a prefeitura de Belém do São Francisco, mediante complacência da grande maioria dos vereadores impôs um aumento de quase 300%, e mais, tudo aconteceu sem discussão mais abrangente e participativa, silenciosamente cuidaram de aprovar a medida, sendo que dos onze vereadores que compõe a casa legislativa local, apenas dois deles, Vavá do Bode e Ana Magalhães se posicionaram de forma contrária.

A decisão da câmara não causa surpresa, há vários anos ela vem impondo resultados massacrantes à população com imposição de medidas que desagradam à grande maioria e que trazem prejuízos as pessoas e aos cofres públicos tipo renuncia de receita, mas quanto ao caso quando se esperava que Vavá do Bode votasse a favor, votou contra, já o vereador oposicionista, Valdir Moreno, de quem se esperava que votasse contra, votou a favor e com isso o resultado foi sacramentado, de novo esmagadoramente em desfavor da realidade.

A aprovação desagradou profundamente os poucos que souberam da notícia ainda no  ano passado, bem como os dois únicos vereadores que votaram contra, sendo que a vereadora Ana Magalhães chamou o aumento de abusivo, irreal e acintoso, “eu faço a minha parte e voto contra, mas infelizmente a câmara aprova tudo que o prefeito manda”, diz Ana.

Ouvido pelo Blog do Tadeu Sá, o vereador Vavá do Bode também demonstrou a mesma preocupação de Ana, e disse: “não sei por que mudar uma formula que estava dando certo, bem como o aumento absurdo que acontece, pois a Celpe prestava um serviço com qualidade e com uma tarifa muito mais em conta do que a prefeitura”, “tenham todos certeza que este posicionamento deixará o nosso futuro incerto, todos sabem o que acontece com a grande maioria das prefeituras”.

Se esperava que oposicionista Valdir Moreno votasse contra e Vavá a favor, mas aconteceu justamente o contrário. Vavá faz criticas severa a diferença entre a taxa da operadora Celpe e a da Prefeitura.

RAZÃO

Na verdade a preocupação de Vavá tem sentido, pois sabido é que muitos dos serviços que são prestados por algumas prefeituras são ineficientes, precários e sem qualidade. Imagine se a iluminação pública seguir a mesma ação governamental que costumam empregar com relação aos buracos das ruas, ao lixo que se acumula por tudo quanto é lugar, aos esgotos entupidos e aqueles que correm a céu aberto, aos remédios que nunca chegam às prateleiras dos hospitais. Um bom exemplo disto é a antiga fundação Sesp. Quem não lembra como era antes e como é hoje? Tenham certeza que nosso futuro será de muito apagão, de muita escuridão.

CONFIRA

Para que você possa calcular o valor que pagará pelo seu imóvel veja a tabela abaixo, mas antes busque encontrar na sua ultima fatura da Celpe a quantidade de kWh de energia consumido no mês. Ao verificar você compara com a tabela e encontra o valor que vai pagar.

Escrito por Tadeu Sá.

imagem

 

Sem título

Como previsto, a Prefeitura Municipal de Serrita irá mesmo aumentar o seu efetivo municipal, através de concurso público.

O certame soma 351 vagas. As oportunidades são para os níveis fundamental, médio e superior. O maior número de vagas está concentrado na área da educação.

A instituição responsável pelo concurso é a Consulpam e os interessados em participar do certame podem se inscrever através do site da empresa (www.consulpam.com.br). O valor da inscrição varia de R$ 45 a R$ 99, de acordo com o cargo que irá disputar. As inscrições estão abertas e seguem até o dia 6 de fevereiro. (Fonte: Terra Nova Online.)

Veja o edital completo, clicando AQUI!

Escrito por Tadeu Sá.

No apagar do ano de 2014, mas precisamente no dia 11 de dezembro, um presente grego de final ano nos foi dado,já que a câmara de vereadores de Belém do São Francisco, em duas votações ordinárias que aconteceu no mesmo dia, aprovou por oito votos favoráveis e dois contra Projeto de Lei de autoria do poder executivo municipal, através do prefeito Gustavo Caribé, o qual impõe violento tarifaço na taxa de iluminação pública da cidade e distritos, o que por certo vai penalizar mais ainda a já sofrida sociedade belemita, especialmente aqueles que usam suas residências como padarias, mercadinho, lanchonete, frigorifico, bar ou comercio outro, pois passarão a pagar taxa elevada na iluminação pública, ao passo que os grandes supermercados, as faculdades e indústrias terão tarifas que não passam de R$ 100,97. Outros que poderão ser penalizados são aqueles que são isentos por conta do Bolsa Família. No dia da votação muito se falou que eles também terão que pagar o tarifaço imposto, situação que acontece justamente num momento em que se fala que a energia deva subir este ano em cerca de 40%.

NIVELAMENTO

Outro fato que chama atenção, diz respeito ao nivelamento do que será cobrado, o projeto cobra de acordo com o consumo, quando deveria cobrar tanto pelo consumo, como pelo local do imóvel, uma vez que não se pode comparar uma residência localizada na Avenida Cel. Jerônimo Pires, onde tem praças, jardins, calçamentos, três redes de energia, saneamento, bancos de praças, limpeza constante e que localiza-se bem próximo do centro da cidade e dos serviços, com quem reside, por exemplo, no Bairro AABB, ou nas periferias da cidade, como é o caso das residências que ficam na saída para as ilhas e nas proximidades do cemitério.

MOTIVO

O fato tem origem na decisão imposta aos prefeitos que doravante terão que arcar com os encargos relativos à iluminação pública das suas cidades, que até então estava sob gestão das distribuidoras de energia, o que levou cada município brasileiro a ter que instituir taxas que cubram estas despesas. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a medida busca atender à Constituição Federal. Os ativos de iluminação pública incluem luminárias, lâmpadas, relés e reatores que ficam a partir de agora sob os cuidados da prefeitura. Os postes de luz continuarão sendo administrados pelas distribuidoras.

VALORES X CÂMARA

Ana Magalhães considera um abuso os valores encontrados pela prefeitura.

No caso de Belém o que se discute não é a adoção da medida, mas o valor a ser cobrado e a desigualdade destes, ninguém sabe de onde foram tirados, inclusive há casos de residências que até o mês passado pagava apenas R$ 11,19, mas com a nova decisão terá que pagar a importância de R$ 44,94, um aumento absurdo correspondente a 296,78 %, ou seja, enquanto o salário mínimo subiu apenas 13%, a prefeitura de Belém do São Francisco, mediante complacência da grande maioria dos vereadores impôs um aumento de quase 300%, e mais, tudo aconteceu sem discussão mais abrangente e participativa, silenciosamente cuidaram de aprovar a medida, sendo que dos onze vereadores que compõe a casa legislativa local, apenas dois deles, Vavá do Bode e Ana Magalhães se posicionaram de forma contrária.

A decisão da câmara não causa surpresa, há vários anos ela vem impondo resultados massacrantes à população com imposição de medidas que desagradam à grande maioria e que trazem prejuízos as pessoas e aos cofres públicos tipo renuncia de receita, mas quanto ao caso quando se esperava que Vavá do Bode votasse a favor, votou contra, já o vereador oposicionista, Valdir Moreno, de quem se esperava que votasse contra, votou a favor e com isso o resultado foi sacramentado, de novo esmagadoramente em desfavor da realidade.

A aprovação desagradou profundamente os poucos que souberam da notícia ainda no  ano passado, bem como os dois únicos vereadores que votaram contra, sendo que a vereadora Ana Magalhães chamou o aumento de abusivo, irreal e acintoso, “eu faço a minha parte e voto contra, mas infelizmente a câmara aprova tudo que o prefeito manda”, diz Ana.

Ouvido pelo Blog do Tadeu Sá, o vereador Vavá do Bode também demonstrou a mesma preocupação de Ana, e disse: “não sei por que mudar uma formula que estava dando certo, bem como o aumento absurdo que acontece, pois a Celpe prestava um serviço com qualidade e com uma tarifa muito mais em conta do que a prefeitura”, “tenham todos certeza que este posicionamento deixará o nosso futuro incerto, todos sabem o que acontece com a grande maioria das prefeituras”.

Se esperava que oposicionista Valdir Moreno votasse contra e Vavá a favor, mas aconteceu justamente o contrário. Vavá faz criticas severa a diferença entre a taxa da operadora Celpe e a da Prefeitura.

Se esperava que oposicionista Valdir Moreno votasse contra e Vavá a favor, mas aconteceu justamente o contrário. Vavá faz criticas severa a diferença entre a taxa da operadora Celpe e a da Prefeitura.

RAZÃO

Na verdade a preocupação de Vavá tem sentido, pois sabido é que muitos dos serviços que são prestados por algumas prefeituras são ineficientes, precários e sem qualidade. Imagine se a iluminação pública seguir a mesma ação governamental que costumam empregar com relação aos buracos das ruas, ao lixo que se acumula por tudo quanto é lugar, aos esgotos entupidos e aqueles que correm a céu aberto, aos remédios que nunca chegam às prateleiras dos hospitais. Um bom exemplo disto é a antiga fundação Sesp. Quem não lembra como era antes e como é hoje? Tenham certeza que nosso futuro será de muito apagão, de muita escuridão.

CONFIRA

Para que você possa calcular o valor que pagará pelo seu imóvel veja a tabela abaixo, mas antes busque encontrar na sua ultima fatura da Celpe a quantidade de kWh de energia consumido no mês. Ao verificar você compara com a tabela e encontra o valor que vai pagar.

Escrito por Tadeu Sá.

imagem

SAM_1061

União de Bairros de Cabrobó.

Com bastante sucesso e com um grande público presente, o Balneário Som das Águas de Belém do São Francisco realizou no domingo passado, dia 11, a primeira fase do primeiro torneio de futebol socyte envolvendo equipes de Pernambuco e Bahia. Com o resultado três delas se classificaram para o triangular final que acontecerá no mesmo local, no dia 25 de janeiro. O campeão levará como prêmio a importância de R$ 3 mil, o vice-campeão levará 1,5 mil reais, já o terceiro colocado levará a importância de 500 reais, além da entrega de troféus e medalhas aos vencedores.

A festa assim podemos dizer agradou a todos, principalmente aqueles que vieram de longe. Todos elogiaram o local e a organização do evento pelo tratamento dispensado. Na ocasião foi servida água gelada e um bom lanhe às quase duzentas pessoas que participaram da competição.

SAM_1075

Borracharia Três Irmãos de Belém do São Francisco.

Acontece que diante do número reduzido de equipes inscritas pelo estado da Bahia, apenas três, ficou impossível fazer os jogos confrontando equipes de Pernambuco contra a Bahia, de forma que com o fato os três que disputaram os jogos finais são: Borracharia Três Irmãos, o União de Bairros e o Carnaubeira, todos de Pernambuco, os quais respectivamente representam as cidades de Belém do São Francisco, Cabrobó e Carnaubeira da Penha.

Os jogos marcaram também a inauguração do campo de futebol gramado do Balneário, cujas extensões são de 76×41. O primeiro gol foi assinalado pelo jogador Erlândio, da equipe União de Bairro.

NÚMEROS

Até o momento os números do campeonato aponta Natanael, do Chelsea de Abaré como artilheiro da competição com 02 gols, as equipes do União de Bairros, do Chelsea e do Carnaubeira  possuem os melhores ataques, com dois gols, enquanto que a defesa mais vazada pertence ao Assentamento Custódia, com 03 gols. Durante os jogos houve quatro explosões, todas num só jogo, três jogadores do MR Peças e Acessórios e um do Chelsea.

SAM_1070

Time Carnaubeira de Carnaubeira da Penha.

JOGOS FINAIS

Diante do resultado da primeira fase, as equipes do Borracharia Três Irmãos, União de Bairros e Carnaubeira se enfrentarão entre si, quando finalmente será conhecido o campeão, o vice e o terceiro colocado, sendo que o primeiro jogo já estar definido e envolverá as equipes do Borracharia Três Irmão contra o Carnaubeira, o segundo jogo acontecerá entre a equipe derrotada no primeiro confronto contra a equipe do União de Bairro e no ultimo jogo a equipe vencedora do primeiro jogo, enfrenta o União de Bairros.

Em caso das equipes terminarem empatadas no final da competição será levado em consideração para critério de desempate o confronto direto, o saldo de gols na fase final, maior número de gols marcados e outros. Após os jogos acontecerão à entrega das taças, medalhas e premiação aos campeões, vice e terceiro colocado, sendo que em seguida se apresentará no palco do balneário o eclético cantor Glay Gomes, que é bastante conhecido na região de Salgueiro e que possui um vasto e variado repertório musical, tendo inclusive CD gravado.

Escrito por Tadeu Sá.

SAM_1064

20150113_133808

Se há algo que ninguém pode contestar no governo de Gustavo Caribé é a grande quantidade de ruas que vem sendo calçadas e neste quesito as obras significa que mais qualidade de vida está se ofertando a população das ruas beneficiadas, além de valorizar os imóveis de cada cidadão.

São diversas ruas com obras desta natureza, sendo que ultimamente, com a implantação do calçamento na parte de cima da Rua dos Artífices, segue este firme em direção ao calçamento há muito paralisado defronte a Clínica Santa Isabel, de forma então que Avenida ficará completamente calçada com o final da obra.

Afora a Rua dos Artífices, diversas outras também no mesmo bairro Belo Horizonte estão sendo calçadas, a exemplo da Rua Eurípedes Gomes de Carvalho e outras. Mas embaixo o calçamento prosseguiu até o final da Rua Padre Norberto, passando em frente ao Centro de Saúde Aníbal Sobrinho. A Rua Raimundo de Sá e a Rua Antonio Moreno (antiga Rua Ibó) recebem cada uma complemento no calçamento já existente.

2

Outros locais igualmente receberam estas intervenções, é o caso do Projeto Manga de Baixo. A localidade existe desde 1988, mas somente agora, depois de quase trinta anos é que conseguiu o beneficio.  O Bairro do Inocoop, além de ver a principal rua de aceso ser pavimentada, garante o prefeito que mais três ruas serão beneficiadas, o que vai implicar no calçamento de quase toda localidade. Em breve também, anuncia o prefeito que vai iniciar o calçamento de mais três ruas localizadas no Bairro do Emec, entre elas as ruas João da Cruz, Martina Pinto e Manoel Pires, todas estimadas em R$ 245 mil. Outras 04 ruas serão atendidas na comunidade do Cachauí de Baixo, zona rural do município.

Dentre tantos calçamentos um dos locais mais beneficiados sem dúvida é o Bairro do Bom Jesus. Ali a rua principal encontra-se com metade dela pavimentada, outras três ruas também receberam igual tratamento, mas ainda restam outras que estão contempladas pelo pacote divulgado pelo prefeito. O Bairro do Bom Jesus existe há quase sessenta anos e antes do governo Gustavo Caribé ninguém percebeu esta necessidade.

RECURSOS

Os recursos para as obras foram disponibilizados pelo governo estadual, alguns deles originário do FEM através da Secretaria de Planejamento do Estado e tudo isto segundo Gustavo, graças ao empenho do ex-governador Eduardo Campos em atendê-lo, de forma que somente para os bairros do EMEC, Belo Horizonte e povoado do Cachaui de Baixo foram disponibilizados cerca de um milhão de reais.

3

QUEIXAS

É bem verdade que inúmeros moradores de outras ruas podem dizer que não estão sendo beneficiados, mas a culpa não pode ser atribuída exclusivamente a Gustavo. Na verdade ele buscou e conseguiu os recursos necessários, os prefeitos anteriores nada conseguiram e com isso muito pouco foi feito, de forma que não tem Gustavo como calçar toda cidade de uma só vez e diante de tudo que acontece pode ele gabar-se e dizer, como vem fazendo com relação às duzentas barragens que implantou no interior do município: “quem construiu mais calçamentos do que eu? Nem papai”, alusão que sempre faz como forma de provocar seus adversários, adversários que mesmo assim não lhes dão um pingo de dor de cabeça.

Escrito por Tadeu Sá.

1

imagemDepois de se dirigir a cidade de Petrolina onde iria participar de um curso sobre vigilância, o cidadão itacurubense, EDNALDO CARVALHO FREIRE, saiu da casa de parentes onde estava para fazer uma caminhada e não mas retornou, fato que aconteceu as seis horas da manhã do sábado, dia 10.

Os dias foram passando e nada de Ednaldo ser encontrado o que aumentava mais ainda a preocupação dos familiares que temiam pelo pior, no que culminou de fato acontecendo, já que Ednaldo foi encontrado ontem a tarde, quarta 14, morto e com seu corpo em estado de putrefação, em um matagal próximo ao 72º Batalhão de Infantaria Motorizado em Petrolina – PE. O corpo de Ednaldo foi encaminhado para esclarecer a causa da morte, mas todos julgam que Ednaldo tenha sofrido um enfarte.

Ednaldo tinha 36 anos, era filho da senhora Lourdinha Carvalho e irmão de Eronildes, mais conhecido como Gordo da oficina do Compare. Ele residia na cidade de Itacuruba – PE, e segundo informações prestadas pelos familiares o mesmo sofria de depressão.

Escrito por Tadeu Sá.

Na foto acima você observa a aniversariante Ivanilde, seu neto Welligton, a prefeita Rita Campos, uma prima, seu filho Tolentino Junior, a vereadora Jane, os vereadores de Petrolina, Elismar Gonçalves e Alvorlande Cruz, além de um amigo da familia

Em ano de eleição é comum observar os políticos comemorando seus aniversários no meu do povo, sendo que quanto mais próximo for o pleito, maior será o aconchego e a festa, já que muitos em cima dos palanques declaram juras de amor ao próximo, mas bebidas, bolos, refrigerantes e petisco que é bom nada, ou seja, apenas os parabéns e muitos votos de sucesso e felicidades. Se não é ano de eleição a coisa muda de figura, comemora-se o aniversário, mas ao invés do povão por perto apenas os correligionários e amigos fieis, a grande maioria deles formada por grandes puxa sacos.

Com Ivanilde Campos, ex-vereadora e apontadas por muitos como a sucessora da prefeita Rita Campos é diferente, pois mesmo não sendo ano eleitoral comemorou seus 72 anos de idade em alto estilo, já que ofereceu ao povo da sua terra, no meio da rua do distrito de Barra do Tarrachil, uma festa que contou com tudo, com apresentações de dois grupos musicais, 300 caixas de cervejas, milhares de litros de refrigerantes, petiscos, discursos e muitos fogos, além evidentemente de inúmeros políticos do município, da região e de outros estados, como foi o caso de alguns vereadores de Petrolina que se fizeram presentes já que são amigos de Tolentino Junho, filho da aniversariante e que é secretário do prefeito Julio Lóssio. A prefeita Rita Campos que pode ser substituída pela tia também se fez presente e agradeceu muito a ela.

Pois bem, se em ano que não é de eleição foi assim, imagine quando do próximo aniversário, que lógico será no ano que vem, pois durante a festa muito se falou que nos 73 anos de Ivanilde, a família e os amigos prometem trazer a Banda Brega e Vinho, que no distrito tem forte aceitação.

POLITICA

Sobre política Ivanilde não desconversa e diz que possui as condições ideais para ser prefeita, que se sente como uma jovem de 15 anos, mas que o grupo é quem vai dizer sobre quem será o candidato, mas logo Ivanilde pede o apoio, mesmo que o interlocutor não seja de lá.

Sendo candidata, “vovozona”, como Ivanilde é é carinhosamente chamada, deverá disputar o pleito com a médica Socorro Carvalho, pessoa que há muito alimenta as esperanças ser prefeita do município. Não foi no pleito passado porque lhes passaram a perna, convidaram para fazer parte de um partido, mas que na ora hora “h” como quem deveria decidir o destino era apenas o grupo Campos, quem virou candidata foi Rita, que é Campos também. Como não havia mais prazo para nova filiação partidária, Dra. Socorro ficou de fora da disputa e partiu para a oposição.

Afora estas pretensões há outras pessoas que se apresenta como candidatos, um deles é o jovem Dilam, que pertence a corrente de Ivanilde e que se isto acontecer à situação vai para o pleito rachada.

O que não se sabe é se esta candidatura seria melhor para Socorro ou Ivanilde, pois Dilam candidato tanto pode dividir o grupo que pertence o que seria bom para a doutora, como pode dividir o eleitorado da sede, Chorrochó, o que seria bom para Ivanilde. (Fotos: Radio Líder do Sertão)

Escrito por Tadeu Sá.

imagem

Com a influência de Corte Real, certamente Novaes vai brigar pela instalação de um posto do SEBRAE em Floresta.

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do SEBRAE, Josias Albuquerque, apresentou a diretoria executiva da instituição que é totalmente composta por ex-colaboradores do SEBRAE: José Oswaldo Ramos é o novo superintendente, Ana Cláudia Dias Rocha, a diretora técnica e Adriana Côrte Real Kruppa, filha do deputado federal Corte Real, diretora de Administração e Finanças. À frente pela terceira vez da presidência do Conselho Deliberativo ficou Josias Albuquerque, que na ocasião enfatizou a forma participativa da gestão desse quadriênio.

O SEBRAE tem que sair daqui (Recife) e entrar no interior com mais força e discutir com as pessoas, porque o SEBRAE tem que ser aberto. Eu gostaria de ouvir as pessoas, as lideranças do interior. Preciso contar com a colaboração de todos vocês para que esse trabalho dê resultado”, afirmou o presidente Josias Albuquerque.

O superintendente ressalta que o presidente do CDE já avisou que pretende avançar com o modelo de gestão participativa. “Ouvindo vocês (empregados) todas as horas, ouvindo os parceiros. O SEBRAE tem que estar presente nos programas de desenvolvimento regional. Precisamos sim participar de fóruns de discussão de projetos de interesse da micro e pequena empresa e avançar nos aspectos de melhoria desses indicadores”, destacou.

A diretora de administração e Finanças, Adriana Côrte Real Kruppa, que atuou na iniciativa privada desde 2012, ressaltou a importância desse período. Adriana é filha do deputado federal Corte Real, que por sua vez é muito amigo do deputado estadual Rodrigo Novaes. Ambos vêm sendo sucessivamente votados no nosso município.

O presidente do Conselho Deliberativo, Josias Albuquerque é casado, com uma florestana e tem a ideia extremamente importante de interiorizar o órgão, o que por certo o levará a se unir com Corte Real e Novaes para o fim de levar um posto do SEBRAE para a cidade de Floresta.

Escrito por Tadeu Sá.

O MEC (Ministério da Educação) divulgou o novo piso salarial dos professores, que será de R$ 1.917,78, aumento de 13,01%. O valor já havia sido estimado pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), com base nos critérios que têm sido adotados pelo MEC. O salário inicial dos professores de escola pública, com formação de nível médio, leva em conta uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

O valor já entrou em vigor e as secretarias municipais e estaduais têm este mês para se adequar ao reajuste, que deve ser pago logo no inicio de fevereiro.

O novo valor foi apresentado após encontro entre o novo ministro da Educação, Cid Gomes, e representantes do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação), da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) e da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação).

De acordo com o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, o novo piso significará, no total, um aumento de cerca de R$ 7 bilhões nos gastos das prefeituras.

O piso dos professores passou de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme valores informados no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451; em 2013, passou para R$ 1.567; e, em 2014 foi reajustado para R$ 1.697,39. O maior reajuste foi 22,22%, em 2012.

O piso nacional é regulamentado pela Lei nº 11.738/2008 e o reajuste anual reflete a variação do valor mínimo por aluno definido todo ano pelo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Escrito por Tadeu Sá.

Desenvolvido por