Sem qualquer divulgação, inclusive no seu portal da transparência, vereadores de Belém do São Francisco, aprovaram, Projeto de Lei nº. 004b\2016, que proporcionará um baita aumento nos seus salários (subsídios). Dos atuais R$ 6 mil, cada vereador passará a receber a partir deste mês, período que não trabalham, a bagatela cifra de R$ 7,8 (sete mil e oitocentos reais). Um especular aumento de 30%.

Para estes a certeza de um ano novo próspero e cheio de fartura. Para o povo a ingrata ilusão de que um dia vai ter.

Para estes a certeza de um ano novo próspero e cheio de fartura. Para o povo a ingrata ilusão de que um dia vai ter isso.

CALADINHOS:

A sessão que aprovou a medida não aconteceu agora, mas pasmem todos, já que foram ágeis nesta questão, em duas votações regimentais que aconteceu num só dia, 20 de junho de 20116, ou seja, mais de seis meses atrás, mas o povo só toma conhecimento agora, pois mesmo possuindo um portal, o Projeto não foi objeto de noticia naquele órgão informativo e com isso os belemitas são pegos de surpresas. Embora ágeis neste assunto, assim não procederam com relação à prestação de contas, exercício 2012, do prefeito Gustavo Caribé, pois como dito em reportagem anterior, desde abril vêem empurrando a mesma com a barriga e deixando para ser votado no decorrer de 2017. O projeto tem a assinatura dos vereadores membros da mesa diretora, Antônio de Eurípedes, Aurora Guedes, Lourival Reis (Vavá do Bode) e Quincas Valdivino.

Para chegar ao assunto, há três meses o Blog do Tadeu Sá vinha procurando alguns vereadores, mas eles saiam pela tangente, alegavam que a matéria ainda não tinha sido votada, ou que foi mas não sabia o valor, mais eis que tudo já havia sido aprovado e graças a um vereador que disse ser contra o aumento, mas que votou a favor para não constranger os colegas, foi que o projeto veio parar na redação do Blog do Tadeu Sá e consequente agora, no conhecimento popular.

Votado no dia 20 de junho de 2016, somente agora, graças ao Blog do Tadeu Sá, o povo sabe dos novos marajás. Temos que dá um basta”

Votado no dia 20 de junho de 2016, somente agora, graças ao Blog do Tadeu Sá, o povo sabe dos novos marajás. Temos que dá um basta”

MARAJÁS:

O aumento, leva a que os vereadores de Belém do São Francisco sejam os mais bem pagos da história do município e de toda região, pois mesmo com um população muito maior que Belém, em Floresta, município com trinta e três mil habitantes, os salários dos vereadores corresponde apenas a 6 mil reais. O mesmo valor também é pago aos vereadores de Cabrobó, que possui 34 mil habitantes. Em Belém, mesmo com uma população muito inferior, na ordem de 20 mil habitantes, seus vereadores irão receber a cada ano a exuberante cifra de R$ 93.600,00 (noventa e três mil e seiscentos reais) ao ano, ou mesmo, R$ 374.400,00 (trezentos e setenta quatro mil e quatrocentos reais) no encerramento do mandato. No final, todos os vereadores juntos consumirão do bolso do contribuinte belemita a milionária importância de R$ 4.118,400,00 (quatro milhões, cento e dezoito mil e quatrocentos reais). Depois do Juiz, do Promotor e do prefeito, os salários dos vereadores se tornam um dos maiores de Belém. Um baita privilégio que dói na consciência de poucos, mas que afronta a dignidade do povo sofrido afronta, isto ninguém discute.

Afora este gigantesco salário, dignos de serem chamados de marajás, os vereadores ainda têm direito a gabinetes especiais, assessores e diárias gordas para participarem, se participarem, dos congressos que todos os dias são oferecidos aos montes, espaço climatizado em tudo quanto é lugar, cafezinho, bem como ao pagamento extra por cada sessão extraordinária que venha acontecer, além de três meses de férias já que o calendário do ano passado foi de 15\02 a 14\06 e 09\08 a 13\12, como também a obrigação de comparecer apenas a duas sessões legislativas por mês, num total de 20 ao ano, que tendo cada uma duração em média de duas a três horas, simboliza que no final de cada ano cada vereador trabalha apenas 60 horas, menos de três dias, e aí sim, se levada isto em consideração, se torna os maiores salários do município já que cada reunião custa R$. 4.680,00 (quatro mil seiscentos e oitenta reais). Mais vantajoso ainda, é no caso do presidente, pois com a função, tem o representante do legislativo um salário de quase R$ 12 mil (doze mil) por mês e uma gorda verba para manuseá-la como quiser.

Calendário acima, mostra dias trabalhados pelos vereadores de Belém do São Francisco no ano de 2016.

Calendário acima, mostra dias trabalhados pelos vereadores de Belém do São Francisco no ano de 2016.

ATITUDE INSANA:

A decisão dos vereadores de Belém do São Francisco, trata-se de ato completamente insano para o momento que o país atravessa, com uma crise econômica aguda e de braba recessão econômica, principalmente o município, que vem sofrendo às duras pena e como tal não justifica um aumento desta envergadura. O mais lamentável é que eles não movem uma palha, ao menos apresentam projetos que evite o declínio populacional que passivamente assistimos. Tudo isto é demais para um município que além de quebrado, completamente desprezado, ainda enfrenta uma grave crise moral, econômica e política. Ninguém faz nada para tirá-lo do fundo do poço.

EFEITO CASCATA:

O Pior é que este aumento leva a um efeito cascata que agride mais ainda a população, já que daí vem o aumento no salário do prefeito, do vice, dos secretários e demais cargos comissionados. Em Floresta como já dito, todos eles vão receber salários menores que Belém.

SALÁRIOS X POPULAÇÃO:

Enquanto os salários do vereadores de Belém crescem na proporção vista, de 30%, a população regride. Em 1991 éramos 24 mil habitantes, hoje só resta 20 mil e se o futuro prefeito não puser as coisas em ordem, em breve seremos apenas 19 mil. Somos um município cuja população não cresce, mas que os vereadores se comportam como se estivessem numa cidade grande, que desenvolve e com isso nada fazem. Não há um só projeto que tenha o propósito de alavancar nosso progresso. Ao contrário, impiedosos castigos são constantemente impingidos pelos vereadores aos cidadãos, como foi o caso do mega aumento na cobrança da taxa de energia pública, dos projetos que levam a renuncias de receitas e das sucessivas prestações de contas que são aprovadas a contra gosto do bom costume, da honestidade e do Tribunal de Contas.

OUTROS MUNICÍPIOS:

A questão aumento dos subsídios dos vereadores em outros municípios levou a população a fazer fortes protestos nas ruas ou através das redes sociais. Em Floresta por exemplo, quando se especulou o aumento, diante da pressão popular, levou cinco dos vereadores a desistirem do projeto, no que levou o Presidente do Legislativo, Murilo Almeida, a congelar os salários, ou seja, este ano os subsídios dos vereadores florestanos serão os mesmos de 2016, ou seja, 6 mil reais. Em Cabrobó, logo que veiculou-se o reajuste, o presidente Zezito Salú, negou e achou por bem não colocar a matéria em pauta. Na ocasião, disse Salú, A Câmara Municipal de Cabrobó nem se quer apreciou o Projeto de Lei em Plenário. Os valores de vencimentos dos vereadores, prefeito e vice-prefeito de Cabrobó, referente ao quadriênio 2017/2020, permanecerão os mesmos até então praticado, sem nenhuma alteração“. Disse o presidente.

Em Juazeiro do Norte – CE, também aconteceu o mesmo, o aumento causou grande revolta na população, no que resolveu os vereadores por cancelar. Em cidades de São Paulo, Goiás e outros estados da federação também aconteceu o mesmo. Em muitos deles, a pressão popular foi tão grande que levou os vereadores a diminuir seus salários. Em São Paulo, capital, cidade mais rica do país, o aumento foi menor do que Belém, lá foi de 26%, aqui foi de 30%, mas a indignação através a Justiça interviu no assunto e uma medida liminar suspendeu o aumento.

Também na cidade de Tucano, na Bahia, 270 quilômetros de Belém, moradores lotaram o plenário da Câmara Municipal ao saberem que os vereadores teriam votado um aumento nos seus subsídios, de R$ 7 mil, para R$ 10.128,89 mil. Os tucanenses se organizaram através de um movimento chamado, “Não vamos nos calar – Mobiliza Tucano!”, que ganhou força nas redes sociais e nas ruas com carros de som convidando a população para protestar. Na mesma ocasião foi feito um abaixo-assinado que foi dirigido à mesa diretora postulando pela retirada do Projeto e o congelamento dos subsídios dos vereadores, o povo foi atendido, o aumento não aconteceu.

Ainda na Bahia, o Ministério Público, expediu recomendação para os prefeitos e vereadores dos municípios de Paulo Afonso, Glória e Santa Brígida com o fim coibir aumentos irregulares nos seus subsídios a partir de 2017.

A promotora de Justiça Milena Tavares, recomendou que as câmaras destas cidades não votassem ou aprovassem qualquer projeto de lei tendente a realizar aumentos em desconformidade com essas normas. As câmaras e prefeituras foram orientadas a informar ao MP sobre as providências adotadas com o fim solicitado pela promotora.

A casa que deveria ser do povo, se torna lar de uma elite privilegiada. Com o que cada vereador recebe, apenas um terço garante uma reeleição. Por isso que ela não muda. O povo também não faz uma leitura correta de quem tem compromissos, mais vale o poder econômico.

A casa que deveria ser do povo, se torna lar de uma elite privilegiada. Com o que cada vereador recebe, apenas um terço garante uma reeleição tranquila. Por isso que ela não muda. O povo também não faz uma leitura correta de quem tem compromissos, mais vale o poder econômico.

ENQUETE, DÊ SUA OPINIÃO:

Acima, o Blog do Tadeu Sá posta uma enquete, onde o leitor pode responder e dizer da sua posição quanto ao aumento. Um grupo pretende se mobilizar e um ou mais carros de som serão disponibilizados para convocar a população a comparecer na próxima reunião da câmara que deve acontecer em 13 fevereiro com o fim de derrubar o injusto e insensato projeto. Vote na enquete, comente o assunte, compartilhe e conclame seus amigos através das redes sociais para dizer não ao aumento. Belém certamente agradece. 

Categoria: Sem categoria

9 comentários até agora.

  1. Manoel Waldez de carvalho disse:

    E imoral dr Tadeu equanto isso as viuvas dos vereadores ganham uma miseria e ninguem faz nada enquanto um vereador vai ganhar quase 8 mil as viuvas de belem ganha vergonhosamente 1600 reaia, sou amigo de uma delas !

  2. Jose Armando Mendes da Silva disse:

    Que beleza, agora eu pergunto pra a gente precisa de vereadores, precisamos sim de professores qualificados,bem remunerados, saúde de qualidade pra todos, segurança, moradia. Que tal 50 % desse salário ser pago aos professores, e o salário que hoje se paga aos professores Belemitas fossem pago aos senhores Edis, que não fazem nada em prol do município.

  3. Jacinta De Fátima Nogueira disse:

    Quero ver se esse povo vai trabalhar Ou vai vender votos para próxima eleiçao.
    Quero ver se Belém vai voltar o que era há 30 anos atrás Que vergonha.

  4. Mirian cardoso disse:

    Tadeu, tá bom de rever a sua matéria, vc tem certeza que os vereadores vão mesmo ganhar esse aumento?
    Acredito que sua função seja informar e não distorcer as informações e se transformar em um meio de comunicação que mais distorce do que informa.

  5. ricardo disse:

    o povo reclama, reclama….e nas eleiçoes os candidatos a vereadores se elegem com soma altissimas de votos.o dinheiro fala mais alto! ninguem ver nada feito por vereadores, mais como o povinho num pode ver dinheiro,sacos de cimentos, tijolos…..aí ” eles” sao eleitos. num reclamem nao.

  6. Edson N. Santos disse:

    Tem emprego melhor de que esse, trabalhar 20 dias por ano e faturar 93.000 reais? E o povo mais pobre…

  7. enzo disse:

    BASTA COLOCAR AS NOSSAS MAGAS DE FORA TIC TIC TAC BATE O MEU CORAÇÃO PARA MUDAR BELÉM BASTA ACREDITAR NOS PODEROSOS ….E RIR E UM TRANQUILIZANTE E TANTO..QUERO DIZER AO SENHOR TADEU BONNER OU TADEU EVARISTO QUE JÁ AQUI O BLOG TEM UM ESPAÇO …PARA DEIXE…O COMENTÁRIO…AI.QUAL É SUA OPINÃO..DE SOLTAR BARABÁS…

  8. jucemar campos lima disse:

    vamos deixar de sermos beita e nâo votar em politico algum ele só olha o lado deles,mais também tem eleitor mais corrupto que os politicos.

Deixe Seu Comentário


Desenvolvido por