Raimundo TADEU Araújo de , conhecido por TADEU SÁ, descende pelo lado paterno de família belemita, ao passo que pelo lado materno descende de familia de Terra Nova, mas que em face do seu nascimento possui como naturalidade a cidade de Ouricurí, deste estado de Pernambuco – PE, sendo que logo ao nascer veio residir na cidade de Terra Nova-PE, de quem se considera filho e onde viveu até 1972, sendo que a partir dai passou a estudar na capital do estado.

Em 1977, por conta do falecimento do seu pai, sua familia através da influência dos parentes passou a residir na cidade de Belém do São Francisco, embora continuasse Tadeu Sá a residir na cidade do Recife.

Embora residindo na capital do estado sempre visitava Belém, de modo que logo tratou de reestruturar o antigo MDB, onde militou politicamente por certo tempo, sendo que após sua extinção, fundou no municipio o Partido do Movimento Democratico Brasileiro, de quem foi Presidente e por quem em memoravel pleito acontecido em 1982, votando pela primeira vez no municipio de Belém, foi candidato a Prefeito, ocasião em que enfrentou com destemor as ameaças do regime militar, bem como as forças politicas que se beneficiavam deste, e sem apoio de qualquer das esferas politicas, elegeu pelo referido partido uma bancada composta de 03 vereadores, resultado este que os oposicionistas anteriores, nem os que vieram a partir daí, nos anos de 1988, 2002 e 2006 conseguiram obter tal façanha.

Como profundo interessado nos fatos politicos, esteve pessoalmente com o Presidente Tancredo Neves, Ulisses Guimarães, Marcos Freire e tantos outros, assistiu a volta de Arraes do exílio, com quem participou de inumeros atos politicos, inclusive realizando no municipio de Belém do São Francisco o ato politico das “DIRETAS JÁ”, o qual objetivava o restabelecimento da órdem democratica no Brasil, com a realização de eleições livres e diretas para todos os níveis, inlusive para Governador e Presidente da República.

Embora seja um conhecedor e observador atento de politica local, regional, estadual e do Brasil, e mesmo sem deixar de exercer seus direitos políticos, desta se afastou, não pela falta de resultado, mas apenas em face de compreender que os princípios politicos que o norteia não se coadunam com a postura politica adotada pela avassalodora maioria dos politicos brasileiro. Para Tadeu Sá, a politica deixou de ser um fim, para ser o meio dos que a fazem.

Mesmo assim mantém seus pontos de vista, é independente independente coerente, e sempre expõe seus pensamentos com franqueza e realidade, não importando se satisfaz ou não, a quem quer que seja.

Formou-se em Direito e atua preferencialmente na área Criminal. Nesta profissão, já atuou em vários estados da federação, todos no Nordeste e no estado de São Paulo, tanto na capital como no interior.

Além de Advogado, Tadeu Sá possui curso técnico de enfermagem, e durante certo tempo foi professor de varias disciplinas do Colégio Presidente Kennedy, este localizado no bairro de Afogados, na cidade do Recife.

Ao prestar vestibular, objetivava ingressar na carreira Jornalística, mas que, por circunstâncias várias, inclusive familiares, resolveu enveredar pelos caminhos do direito.

Embora sem concretizar este sonho alimentado a época, escreveu para o Diário de Pernambuco e Jornal do Commercio, e por curto espaço fez entrevistas para a Rádio Jornal do Comercio, quando foi para este levado por iniciativa do saudoso locutor esportivo, Ivam Lima, conhecido como o “Gandulão de Ouro”.

Ainda assim, com esforços fundou e dirigiu por algum tempo os jornais “Cidade Nua”, na cidade de Terra Nova e “Tribuna Regional”, órgão informativo com abrangência nos municipios de Belém, Floresta, Itacuruba e Carnaubeira da Penha.

 

Desenvolvido por