Revoltados, é assim como estão se sentido os cidadãos que residem no distrito de Riacho Pequeno, município de Belém do São Francisco. Alguns queixosos vão mais longe ainda e dizem, que mesmo Riacho tendo mais de 100 anos, o local ainda é um lugar abandonado.

A revolta, segundo as denúncias, se dá por conta do longo período que passam sem água nas torneiras, falam em até 15 dias, o que vem trazendo grandes transtornos aos moradores, principalmente as crianças e jovens que estudam nas duas escolas e na creche ali existentes. Segundo uma moradora, após quinze dias sem água, na quarta-feira dia 24, apenas um pouquinho chegou às torneiras.

Outra moradora disse que quando indagam aos responsáveis sobre a constante falta d’água, estes não dizem nada, de modo que para ela o que acontece é uma vergonha e enorme crueldade com a população riachense.

A mesma cidadã fez questão dizer ainda que “falta gestão competente em todos os setores do lugar, que o distrito não tem representantes, nem vereadores, que encontra-se abandonado mesmo”, e conclui dizendo nas redes sociais “Falei com um vereador que nem resposta deu”.

Esta mesma jovem, aproveitando a crise gerada pela greve dos caminhoneiros que vem deixando diversos postos do país sem combustíveis, disse ainda: “Não é falta de de combustível não, é falta de compromisso, é falta de vergonha, é falta de consciência, é falta de humanidade e assim vai. Vem políticos pedir votos, nós temos muito a dizer”.

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por