Gustavo Caribé tenta processar Raimundo Souza mais uma vez, mas justiça nega sua pretensão.

Nem bem decorreram dois meses da conclusão do processo anterior, o prefeito Gustavo Caribé tentou mover nova ação penal contra o instrutor de academia, Raimundo Souza, mas o juiz negou prosseguimento à ação. Entende Gustavo que Raimundo postou comentários nas redes sociais ofendendo a sua reputação, já que fora chamado pelo querelado de “vagabundo e moleque“.

Ao analisar a propositura do prefeito, ponderou o Magistrado, Fernando Arias “que as alegações de Gustavo deveriam ser rejeitadas por falta dos pressupostos processuais necessários para o desenvolvimento da ação penal. Primeiramente, quanto aos fatos atribuídos ao querelado Raimundo Souza, de ter ele chamado o querelante Gustavo Caribé, de “vagabundo e moleque”, pois se vislumbra das fls. 56 que tal comentário foi feito por um terceiro, ou seja, tal afirmação não é de autoria do querelado Raimundo, restando evidente a ilegitimidade passiva” e com isso resolveu o juiz por rejeitar a queixa-crime então ofertada.

A querela entre Gustavo e Raimundo Souza não é de hoje, inclusive se esperava que com o processo anterior tudo tivesse fim. No processo anterior Raimundo declarou que não reconhecia como verdadeiras as frases a si atribuídas e que estas teriam partido de pessoas que hackearam seu página social.

Mesmo com esta versão, Raimundo se comprometeu em juízo, quando da referida audiência, em publicar um texto na mesma página social que dizia: “Boa tarde Belém. Gentes ranquearam meu face e estão tentando me prejudicar postando fotos e falando coisas sobre o prefeito de vocês para mim, trazer problemas então. Peço que na hora de comentar observem bem, ok. Se não vai ficar ruim para nos poder lutar. Fica na paz”.

Escrito por Tadeu Sá.

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por