Após o prefeito de Bom Jardim anunciar o cancelamento do São João na cidade devido ao difícil momento financeiro vivido pelo município do Agreste do Estado e pelo país, o prefeito João Lira (PSD), anunciou a redução de 20% no seu salário, dos comissionados, secretários e do vice-prefeito.

Em entrevista à Rádio Jornal, o gestor disse que os cortes visam garantir o cumprimento da lei de responsabilidade fiscal, que estabelece 54% como limite de gastos como despesas de pagamento de pessoal. “Vamos ter uma redução nos salários dos cargos comissionados e contratados e prestadores de serviços da prefeitura como assessoria de advogados, contábil, pessoal que trabalha na licitação de 20%. O salário do prefeito também será rebaixado em 20%, o vice-prefeito e os secretários municipais também”, disse.

Tudo isso para se adequar à lei de responsabilidade fiscal,  porque hoje com o aumento do salário mínimo que demos, o aumento do piso do salário do professor, o pequeno aumento que demos exatamente para os cargos comissionados que ganhavam o salário risório, nossa folha de pagamento ultrapassou os limites”, explicou.

O ex-prefeito Miguel Barbosa (PP) teve a prestação de contas rejeitada no tribunal de Contas do Estado justamente por não cumprir a lei de responsabilidade fiscal, João Lira visa evitar tal situação.

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por