Se o atraso no pagamento dos fornecedores era uma constante no governo do ex-prefeito Gustavo Caribé, parece que nada mudou em Belém, já que a situação segue de mal a pior. É o povo a mercê do destino.

Pois bem, alegando estar ser receber pelos serviços que presta no transporte de pessoas doentes para receberem tratamento médicos na cidade de Salgueiro, um destes cidadãos, proprietário de um destes veículos, abertamente cobrou dos pacientes ou dos familiares destes a importância de R$ 30,00 (trinta reais) para que o paciente pudesse seguir viagem e finalmente ser atendido na unidade hospitalar indicada na vizinha cidade de Salgueiro. O fato aconteceu na segunda feira, dia 28 de agosto.

O cidadão, cujo nome o Blog do Tadeu Sá prefere omitir, embora tenha assinado um contrato para prestar o serviço, não tem culpa pelo que acontece, pois como outro cidadão qualquer, para manter o que presta necessita receber o que é devido, e no caso, não é apenas um dia, um mês, dois de atraso no pagamento dos serviços prestados, mas quatro meses segundo alegava o cidadão, que por conta disto encontra-se devendo as prestações do veículo, em oficinas, casas de peças e o próprio mercado onde adquire os produtos para subsistência sua e de sua família. É claro que saco vazio não se sustenta em pé.

Indignada não com o motorista, mas com a clara falta de responsabilidade dos gerenciadores da saúde, uma cidadã ante o descaso que via, telefonou para uma destas pessoas que representam o governo atual, quando se queixou do que estava acontecendo, sendo que a dita cidadã prometeu resolver a situação, mas na verdade quem tinha direito viajou naquele, quem não tinha ficou ao Deus dará e consequente com sua saúde relegada a um segundo plano.

É lamentável o que aconteceu e mais ainda quando se sabe que faz apenas oito meses do novo governo, governo que nos palanques da eleição passada cobrava posturas e criticava a situação que agora vivencia. Isto não pode acontecer.

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por