Sem título

Foi inaugurada na semana passada, em Belém do São Francisco, a Sala do Empreendedor, que é resultado de uma parceria celebrada entre à prefeitura de Belém e o Sebrae.

A Sala do Empreendedor é, a princípio, um espaço físico da prefeitura que materializa a simplificação dos processos de abertura, baixa e funcionamento das empresas. Um local onde os empresários podem ter informações e solucionar problemas relativos a seus processos.

A unificação e desburocratização de normas e procedimentos, mais do que uma iniciativa empreendedora do prefeito Gustavo Caribé, é o pleno atendimento aos preceitos legais contidos na Lei Complementar 123 de 14 de dezembro de 2006.

Assim, a Sala do Empreendedor de Belém do São Francisco, deve ser afora a concentração dos órgãos municipais, estaduais e federais envolvidos nos diferentes procedimentos e estágios de atendimento empresarial, pode oferecer ainda, serviços que vão do início ao fim dos processos, abrangendo o registro, baixa e alterações de inscrições municipais e estaduais, e os serviços prestados pelos setores de fazenda, fiscalização de tributos, posturas, meio ambiente, vigilância sanitária e obras, secretaria de planejamento e urbanismo. A sala ainda pode orientar sobre linhas de financiamento, elaboração de cadastro de fornecedores, promoção de cursos de aperfeiçoamento profissional e gerencial, informações sobre o Programa Municipal de Compras Governamentais, informações sobre concessão de alvará, licenças ambientais e sanitárias e tributações.

Porém, o escopo da Sala do Empreendedor tem potencial para ser muito maior do que a materialização da desburocratização dos processos. A Sala pode e deve ser o espaço de referência ao cidadão empreendedor, o local de relacionamento entre o poder público e a sociedade, e despontar como a forma mais importante do ambiente favorável para o desenvolvimento e crescimento dos pequenos negócios no município. A Sala do Empreendedor é uma oportunidade de fomentar o desenvolvimento econômico local e deve ser eficiente no atendimento ao cidadão empreendedor, afinal negócios fortes fazem um município mais forte.

A inauguração da Sala aconteceu na segunda-feira, dia 25, e se de fato tiver profissionais competentes no seu comando, será uma grande iniciativa, pois com ela podemos mudar o rumo de Belém, através dos cidadãos que possuem determinado ramo de atividade ou comércio, ou que pretendem abrir uma pequena empresa, como no caso os artesões, produtores rurais. A sala, irá oferecer muitos benefícios para quem tem interesse em virar um empresário bem sucedido

Na inauguração, o prefeito Gustavo Caribe (PSB), disse: “Com o espaço, é possível driblar a crise criando oportunidades. Com esse equipamento a disposição da população, todos aqueles que queiram sair da informalidade terão o apoio e o incentivo do poder público”.

NOTA DO BLOG DO TADEU SÁ:

Em data de 07 de julho de 2015, dois anos atrás, o blog do Tadeu Sá, postou matéria relatando que o município de Lagoa Grande, próximo a Petrolina, acabava de ganhar a sua Sala Empreender. Na ocasião, a título de cobrança, a matéria trazia como manchete, o título: “LAGOA GRANDE GANHA SALA DO EMPREENDEDOR E BELÉM QUANDO TERÁ A SUA?”

Isto foi o que indaguei na ocasião e com felicidade posso ver hoje que uma necessidade de suma importância foi atendida, pois pode ser uma das portas a se abrirem para nosso desenvolvimento, mas isto lógico, se a sociedade, a iniciativa privada e as pessoas de modo geral procurarem fazer a sua parte. Pela prefeitura, espera-se que faça o mesmo, ali colocando pessoas que fato conheçam dos assuntos a serem tratados. Abaixo, você leitor pode conferir na integra a reportagem referente a Sala do Empreender de Lagoa Grande.

Sem título2

 

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por