Vandinho quer esclarecer assuntos referentes a educação municipal, mas vereadores da situação dizem não, e o povo fica sem saber sobre questões importantes.

Dias atrás o vereador Vandinho Marcula apresentou requerimento junto a Câmara de Vereadores do município com o fim de que a Professora e Secretária de Educação, Jocilene Fonseca de Menezes fosse convocada para participar de reunião ordinária que aconteceria na referida Câmara. O interesse do vereador era tratar de assuntos referentes a concessão de bolsas faculdade, concurso público para professores e o andamento do ano letivo.

No requerimento o vereador alega que o tempo decorrido para a realização do processo seletivo de concessão da bolsa faculdade, referentes aos vestibulares 2016.2, 2017.1 e 2 e 2018.1, indiscutivelmente prejudica os alunos reconhecidamente carentes que serão contemplados com as bolsas, razão pela qual por dever de ofício formalizava o requerimento.

No mesmo requerimento o vereador Vandinho afirma que o Prefeito age com silêncio com relação aos temas, de forma que seria necessário ouvir a Secretaria Municipal de Educação a respeito do assunto, mas isto infelizmente não vai acontecer por conta da decisão dos vereadores da situação.

A bolsa ora questionada, para a grande maioria dos que sonham concluir um Curso Superior da sua preferência é de uma relevância infinita, entretanto, o tempo está passando e o Governo Municipal permanece indiferente, cabendo a esta Casa Legislativa, como legítima representante dos interesses da sociedade belemita, sair em defesa dos que confiantes que seriam contemplados submeteram-se ao vestibular, acreditando que como os demais teriam o mesmo tratamento dos que atualmente são bolsistas. Quanto à realização do concurso público para professores municipais, o quadro está defasado, devido às aposentadorias e afastamentos por variados motivos, com um grande número de professores contratados necessitando assim da realização do certame, aproveitando o ensejo para tomar conhecimento e esclarecimentos sobre o andamento do ano letivo”, disse o vereador no requerimento.

O pleito do vereador sem dúvida é muito justo, é pertinente, e isto já deveria ter sido observado no governo Gustavo Caribé, mas não, preferiram contratar em demasia para atender a politicagem local e sequer deram atenção ao concurso que foi realizado na gestão anterior a ele, no governo Helionaldo Lustosa e por isso o assunto volta à tona. Mesmo assim, fatos como este precisam serem esclarecidos e os secretários estão ai para isso, são eles que tem que falar sobre os temas que lhes dizem respeito, mas acontece que os vereadores situacionistas rejeitaram o pedido, de modo que a decisão traz enormes prejuízos a comunidade estudantil interessada, bem a como a própria comunidade como um todo.

Outra coisa ´bom que se diga, convocar secretário para esclarecer um assunto não arranca pedaço de ninguém, de forma que a secretária deve comparecer independentemente de convocação, pois quem recebe salários do povo para gerir o que é público, tem mais que a obrigação de esclarecer perante os representes deste mesmo povo tudo aquilo que precisa ser esclarecido. Uma pena que ainda vivemos com este tipo de política, atrasada e sem transparência e Belém como sempre continua perdendo.

Como a convocação não foi aceita pelos vereadores da situação, Jocilene não compareceu à Câmara. Quem não deve não teme e ela pode fazer a gentileza de ir independentemente de convocação e esclarecer o que se pretende. Assim é que recomenda a civilidade, a boa relação política e acima de tudo os interesses dos munícipes.

Categoria: Sem categoria

Desenvolvido por